Exército Brasileiro negocia a compra de veículos Oshkosh HEMTT M984

Por Paulo Roberto Bastos Jr.

O Exército Brasileiro (EB) estuda adquirir, via o Programa FMS (Foreign Military Sales), dez viaturas usadas Oshkosh HEMTT (Heavy Expanded Mobility Tactical Truck) M984, para serem utilizadas como Viaturas Blindadas Especializadas Socorro (VBE-Soc) para as Brigadas Mecanizadas, principalmente em apoio às viaturas VBTP-MSR 6×6 Guarani.

Trata-se de um veículo blindado sobre rodas, 8×8, com grande mobilidade, capaz de acompanhar os blindados Guarani no Teatro de Operações.

Esses veículos especializados tem uma capacidade de carga de 10 toneladas, suficiente para atender as necessidades dessa força.

O processo esta sendo conduzido pelo Governo dos EUA, através do Departamento de Defesa dos Estados Unidos (DoD), diretamente com a Comissão do Exército Brasileiro em Washington (CEBW), dentro do esforço do Programa Estratégico do Exército (Prg EE) Obtenção da Capacidade Operacional Plena (OCOP).

O Prg EE OCOP tem como objetivo adquirir material militar para atender as necessidades da força, e os veículos OSHKOSH HEMTT M984 deverão serem entregues nas mesmas condições das recentes viaturas usadas recentemente adquiridas dos EUA, disponíveis em grandes quantidades nos depósitos de material excedente do Exército dos Estados Unidos (US Army).

O EB também esta negociando com os EUA cerca de duas centenas de blindados M577A2, em diversas configurações, além de mais alguns M88A1 e uma grande quantidade de obuseiros auto-rebocáveis M198, de 155mm.

Tiro de obuseiros auto-rebocáveis M198, de 155mm.

A opção nacional

A proposta inicial era de mobiliar as forças mecanizadas com uma versão 8×8 do blindado Guarani especialmente projetado para essa função.

Devido aos constantes cortes nos recursos destinados à área da defesa, o projeto da versão 8×8, que também contemplava um veículo de reconhecimento munido de um canhão de 105 mm, acabou paralisado por prazo indeterminado.

Viatura de socorro, 8×8, do Sistema ASTROS II da AVIBRAS

Isso obrigou o EB a buscar outras alternativas, dentre elas uma versão socorro, 8×8, baseado no caminhão do sistema ASTROS II MK5, da AvibrasEsta opção não vingou, tanto devido ao seu alto custo unitário.

Caso a aquisição dos HEMTT M984 se concretize, ele permitirá a força, colocar em prática aquilo que se espera de suas forças mecanizadas por tempo suficiente para que possa ser substituído futuramente por um veículo nacional.

Com essas aquisições de grande efetividade e baixo custo total, o EB demonstra mais uma vez seu pragmatismo perante a crise econômica que assola o país, ao modernizar e ampliar suas forças Mecanizadas e Blindadas mesmo em um viés de crise orçamentária.

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

Empresa do Grupo Embraer participa de debate sobre soluções tecnológicas que estão moldando o futuro dos grandes centros urbanos As...

Hoje, dia 16 de maio, às 18:00hs, será lançado o livro “Segurança Escolar – Prevenção multidisciplinar escolar contra-ataques ativos”, de...

Um drone do Exército Brasileiro (EB) localizou, no fim da tarde dessa terça-feira, dia 14, moradores pedindo ajuda no topo...

A Águas Azuis, Sociedade de Propósito Específico (SPE), estabelecida entre a Thyssenkrupp Marine Systems, Embraer Defesa& Segurança e Atech para...

Comentários

DISPONÍVEL