Eslováquia anuncia preferência pelo CV90

5
1738

O Ministério da Defesa da República Eslovaca revelou que o CV90 foi o blindado mais bem avaliado e considerado licitante preferencial no programa de modernização do seu exército, com a aquisição de 152 viaturas blindadas de combate, em várias variantes, com participação da indústria local. A proposta agora segue para aprovação pelo governo.

A proposta da BAE, juntamente com a Administração Sueca de Material de Defesa (FMV), foi considerada a mais vantajosa das apresentadas, sendo que também outros dois concorrentes selecionados para a fase final do programa, que são o KF41 Lynx, da alemã Rheinmetall, e o ASCOD 2, da espanhola GDELS Santa Bárbara.

A BAE Systems Hägglunds, que fabrica o CV90 em Örnsköldsvik, Suécia, forneceu vários programas de exportação para clientes europeus, e possui um histórico de cooperação industrial de grande sucesso que vai além da montagem mecânica do veículo, a equipe trabalhará com várias empresas eslovacas para entregá-los.

“A abordagem da BAE Systems baseia-se na colaboração estratégica com fornecedores locais, permitindo que eles desempenhem um papel de alto valor no desenvolvimento, produção, treinamento e suporte do CV90 MkIV e todas as suas variantes”, disse Tommy Gustafsson-Rask, gerente diretor da BAE Systems Hägglunds. “Estamos comprometidos em exceder o requisito obrigatório de 40% para conteúdo direto, pois trabalhamos em estreita colaboração com a indústria eslovaca para fornecer o IFV mais capaz e comprovado em combate no mercado hoje”, completou.

Em junho de 2021, o CV90 participou de demonstrações dinâmicas e estáticas para autoridades eslovacas, incluindo o ministro da Defesa Jaroslav Naď, e representantes do Exército no Instituto Técnico e de Testes Militares de Záhorie, com três  variantes da família: o CV90 MkIV, uma viatura de combate de fuzileiros (IFV) e a viatura de combate médio (MMBT) CV90120.

Disponível em 15 variantes, o CV90 está em operação na Dinamarca, Estônia, Finlândia, Noruega, Suécia, Suíça e Holanda, com cerca de 1.300 unidades, de inúmeras variantes em serviço. O veículo tem um histórico estabelecido e foi projetado para acomodar o crescimento futuro para atender às missões em evolução.

A família CV90 está entre as possíveis soluções para o futuro programa de blindados sobre lagartas do Exército Brasileiro, que já está em estudos e que visa a substituição dos carros de combate Leopard 1A5BR e VBTP M113BR.

Testes IFV na Eslováquia. O CV90 está a frente (Foto: Ministério da Defesa da República da Eslováquia)

Com informações da BAE Systems

5 Comentários

  1. Pergunta direta ao moderador desta página Sr..Paulo Roberto Bastos Jr.. acredita em uma família de blindados no EB como por exemplo o CV90 IFV e CV90120 MMBT, ou o veículo alemão LYNX em ambas as versões? Seria um devaneio meu ou é “coisa” palatável? Desde já agradeço..

  2. Paulo , obrigado por mais uma excelente materia !
    Veja que o consorcio CIO (Consorzio Iveco-Oto Melara) já esta discutindo o sucessor do Dardo e M113 para o Exército Italiano .
    Apesar de ser apenas um projeto em fase inicial , poderia ser uma alternativa válida a ser oferecida ao Brasil e com participação desde o inicio do programa , tipo o que existiu entre Brasil e Italia para desenvolver o AMX .
    Mais informacoes no link abaixo :
    https://below-the-turret-ring.com/armored-vehicles/cio-reveals-proposal-for-italian-aics-program/

Deixe um comentário para Paulo Roberto Bastos Jr. Cancelar Resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here