Embraer anuncia versão de patrulha marítima de aeronaves

O vice-presidente comercial da Embraer Defesa & Segurança, Fernando Ribeiro de Queiroz, afirmou, durante entrevista concedida a jornalistas da Nova Zelândia e Austrália, que a empresa desenvolverá uma versão de patrulha marítima baseada na plataforma da nova aeronave comercial E190-E2.

Ele também informou que a empresa pode desenvolver uma versão do KC-390 para o mesmo tipo de missão se houver interesse do cliente. A Nova Zelândia, que recentemente emitiu uma Requisição de Informações (RFI) sobre o KC-390, manifestou interesse em adquirir uma nova aeronave de patrulha marítima para substituir a frota de Lockheed P-3 Orion.

“Estamos respondendo à exigência de patrulha marítima com o E190-E2, porque os requisitos que a Nova Zelândia apresentou se encaixam melhor com essa plataforma. Mas a nossa proposta é que, se for possível ajustar alguns dos requisitos, podemos atender a  demando com uma versão especializada do KC-390”, disse Queiroz.

A versão de patrulha marítima do KC-390 guardaria algumas semelhanças com a versão proposta para o FWSAR (Imagem Embraer)

A versão de patrulha marítima do KC-390 teria algumas semelhanças com a versão proposta para o FWSAR (Imagem: Embraer)

A Embraer D&S propõe modificar o KC-390 instalando um radar de busca com capacidade de varredura de 360 ​​graus no nariz da aeronave, semelhante à configuração oferecida ao Canadá na concorrência Aeronave de Asa Fixa de Busca e Resgate (FWSAR de sua sigla em inglês – Fixed-Wing Search & Rescue Project).

“Um sistema de missão paletizado e com o novo radar no nariz e outros sistemas, o KC-390 preencheria os requisitos para patrulha marítima sem comprometer  as capacidades de executar as demais missões que a aeronave já é capaz de realizar”, explicou Queiroz.

Ivan Plavetz
Fonte: GBN-Geopolitica Brasil News

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

O Grupo EDGE, estatal de tecnologia os Emirados Árabes, anunciou que formalizou uma “joint venture” (JV) com a empresa espanhola...

O Exército Brasileiro (EB), por meio da Chefia de Material do Comando Logístico (CMat/CoLog), publicou hoje, dia 04 de março,...

Durante a HAI Heli Expo 2024, que aconteceu no final de fevereiro, nos Estados Unidos, a Safran Electronics & Defense...

Um valor em torno de U$ 400 milhões, resultante de acordo entre o grupo britânico e o Exército da Dinamarca...

Comentários

Disponível

DISPONÍVEL