Docagem extraordinária do navio-aeródromo São Paulo

Na última quinta-feira (12) foi realizada com sucesso a docagem extraordinária do navio-aeródromo São Paulo (A-12) no dique Almirante Régis, do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro.

Essa foi a quarta realizada no País e tem como objetivo subsidiar estudos técnicos inseridos no Programa de Modernização do Meio, que poderá estender a vida útil do navio insígnia (nau capitania) da Esquadra brasileira por mais vinte anos. A previsão é para que o navio permaneça no dique por um período de noventa dias onde sofrerá inspeções estruturais, incluindo as obras vivas (parte inferior do casco que fica submerso).

O São Paulo foi entregue para a Marinha do Brasil em novembro de 2001 e substituiu o NAe Minas Gerais, posteriormente vendido como sucata.

Como parte do plano de recuperação do navio e de acordo com Extrato de Inexigibilidade de Licitação publicado na edição do Diário Oficial da União (DOU) do dia 24 de novembro de 2014, o estaleiro francês DCNS irá participar da modernização e manutenção do sistema de propulsão do São Paulo. Entretanto, durante essa última docagem, haverá apenas inspeção técnica minuciosa do casco.

Ivan Plavetz

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

A AVIBRAS Indústria Aeroespacial S/A, que em tempos passados foi considerada uma das maiores empresas  de defesa do mundo, mas...

Empresas brasileiras destacam inovações e capacidades no cenário internacional A Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança...

Para celebrar os feitos dos mais de 25 mil homens e mulheres brasileiros que lutaram na 2ª Guerra Mundial, o...

Desde 1º de janeiro de 2023, o dr. Artur José Dian ocupa o cargo de Delegado-Geral da Polícia Civil do...

Comentários

DISPONÍVEL