Correio Aéreo Nacional comemorou 85 anos

0
2148
(Imagem: Agência Força Aérea)

A Base Aérea dos Afonsos (BAAF), localizada no Rio de Janeiro, realizou solenidade em comemoração ao 85º Aniversário do Correio Aéreo Nacional (CAN) e ao dia da Aviação de Transporte.

O evento recordou a trajetória do CAN, que teve início com duas cartas transportadas em uma aeronave Curtiss Fledgling, no dia 12 de junho de 1931.

Primeira Missão

O CAN realizou sua primeira missão no dia 12 de junho de 1931. Um malote com duas cartas deveria ser entregue à sede dos Correios e Telegráfos em São Paulo pelos tenentes Nelson Freire Lavénère Wanderley e Casemiro Montenegro Filho.

Para cumprir o objetivo os militares decolaram do Campo dos Afonsos, Rio de Janeiro, a bordo do biplano Curtiss Fledgling K-263 com destino ao Campo de Marte, na capital paulista. Como não conseguiram localizar o aeródromo, pousaram no Jockey Clube Paulista da Mooca e completaram a tarefa a pé.

Imagem 2 CAN-85anos
Ao longo dos 85 anos de existência o CAN atuou como importante fator de integração nacional. (Imagem: Força Aérea Brasileira)

A partir daí iniciava-se a verdadeira saga que, além do transporte de passageiros levou, sob suas asas, solidariedade e ajuda humanitária aos mais distantes rincões do País. Inaugurava-se, assim, o Correio Aéreo Militar. Idealizado pelo então ministro da guerra, General José Fernandes Leite de Castro, surgiu imbuído do espírito de “fazer o que a Nação precisa”.

Sob o comando do então major Eduardo Gomes, o Correio Aéreo Militar expandiu-se pelo interior do Brasil.

Com a criação do Correio Aéreo Naval em 1934, as linhas da Aviação Militar multiplicaram-se pelo Centro-Sul. O recebimento de aeronaves mais modernas e a marcação de novos campos de pouso possibilitaram a descoberta dos caminhos para a mais remota das regiões: a Amazônia.

Imagem 3 CAN-85anos
Transportar ajuda humanitária é uma das principais missões do CAN (Imagem: Agência Força Aérea)

Em 1941, com a criação do Ministério da Aeronáutica, houve a fusão dos Correios Aéreos Militar e Naval, e surgiu o Correio Aéreo Nacional (CAN).

Ivan Plavetz