Complexo Industrial de Defesa da Ucrânia interessado na Classe Tamandaré

0
2216
A comitiva ucraniana, formada por integrantes da empresa estatal Ukrinmash eintegrantes do Complexo Industrial de Defesa da Ucrânia UkrOboronProm visitaram o Rio de Janeiro entre 27 a 30 de novembro
  • Comitiva ucraniana apresentou propostas de parcerias na fabricação dos navios.
  • Brasil e Ucrânia procuram ampliar os laços industriais de defesa em programas navais.
Maquete da Corveta Classe Tamandaré exposta no estande da Emgepron, LAAD 2017.

Com a assistência do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia e da Embaixada da Ucrânia na República Federativa do Brasil, uma delegação da empresa estatal Ukrinmash mais integrantes do Complexo Industrial de Defesa da Ucrânia UkrOboronProm visitaram o Rio de Janeiro entre 27 a 30 de novembro.

A delegação da indústria da defesa da Ucrânia reuniu-se com autoridades da Marinha do Brasil e líderes da indústria envolvidos com o Programa de Desenvolvimento e Construção de Corvetas Classe Tamandaré.

As Corvetas Classe Tamandaré deverão empregar munições navais fabricadas no Brasil pela Emgepron.

Durante as negociações, o lado ucraniano apresentou uma ampla capacidade de produção das empresas de construção naval daquele País, bem como as capacidades científicas, técnicas e de construção da empresa estatal Ukrinmash e das empresas do Complexo Industrial de Defesa da Ucrânia (UkrOboronProm), que poderiam ser oferecidas como parte do desenvolvimento da corveta brasileira.

A Corveta Classe Tamandaré é um novo navio de combate (escolta) equipado com os últimos sistemas de armas anti-superfície e antiaéreo.

As corvetas devem deslocar 2.790 toneladas, medindo 103,4 metros de comprimento, boca de 12,8 metros de largura e uma velocidade máxima de 25 nós.

A mais nova versão do SICONTA, um desenvolvimento nacional, deverá ser instalada nas Corvetas Classe Tamandaré.

A aquisição das corvetas é uma das principais prioridades da Marinha do Brasil, juntamente com o desenvolvimento de novos submarinos convencionais e de propulsão nuclear (PROSUB).

No momento, a “Ukrinmash”, em conjunto com as empresas do Complexo Industrial de Defesa da Ucrânia (UkrOboronProm), iniciou um trabalho de preparação em grande escala sobre a participação na concorrência, cujo anúncio de lançamento será realizado na próxima terça feira, 19 de dezembro de 2017, na Escola de Guerra Naval no Rio de Janeiro.

Complexo Industrial de Defesa da Ucrânia UkrOboronProm.