China lança missão espacial tripulada mais longa de sua história

0
1634
Shenzhou 11 durante lançamento em Jiuquan, China, em 17/10/2016 (Agência REUTERS/Li Jin)

A China lançou nesta segunda-feira (17) a mais longa missão espacial tripulada cumprida por aquele país, colocando dois astronautas em órbita para passarem um mês a bordo do laboratório espacial Tiangong 2 (Palácio Celestial 2), parte de um plano mais abrangente que corresponde à formação de uma estação espacial tripulada permanente que tem previsão para começar a funcionar em 2022.

A cápsula espacial Shenzhou 11 foi levada para órbita terrestre em um foguete Longa Marcha às 7h30 (horário local) que partiu da plataforma de lançamento remota de Jiuquan, no deserto de Gobi.

A Shenzhou 11, com os astronautas Jing Haipeng e Chen Dong, irá se acoplar ao Tiangong 2, que foi enviado ao espaço no mês passado. “Será a estadia espacial mais longa de astronautas chineses”, destacou a agência de noticias estatal chinesa Xinhua.

Obter avanços no programa espacial é uma prioridade de Pequim, e o presidente chinês, Xi Jinping, está pedindo que o país se estabeleça como potência espacial. Ao mesmo tempo, o governo insiste que seu programa espacial tem fins pacíficos.

Os chineses vão lançar um módulo central para a primeira estação espacial provavelmente em 2018, etapa que corresponde ao plano para que uma outra estação espacial tripulada permanente seja formada.

Ivan Plavetz