Brasil abandona aquisição de Pantsir-S1?

Conforme notícia divulgada pelo portal IHS Jane’s Defence Weekly, o governo do Brasil pode ter abandonado a intenção de adquirir três baterias de mísseis antiaéreos de médio alcance KBP Pantsir-S1 (AS-22 Greyhound conforme denominação OTAN).

Brasil e Rússia começaram, no início de 2013, as negociações com vistas ao fornecimento dos Pantsir-S1 e sistemas portáteis de mísseis antiaéreos de curto alcance Igla. De acordo com planos divulgados durante as negociações, cada Força Armada receberia uma bateria.

Os motivos da desistência apontados pelo portal incluem o preço dos sistemas, bem como a mudança de presidente do País e questões técnicas. A reportagem de T&D procurou a Assessoria de Comunicação Social do Ministério da Defesa, que informou não ter uma informação oficial sobre a suposta decisão.

Ivan Plavetz

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

No dia de hoje, 17 de abril, no Quartel General do Exército (QGEx), o general de exército Fernando José Sant’ana...

Nesta segunda-feira, dia 15 de abril, o Destacamento de Aviação do Exército no Comando Militar do Norte (Dst Av Ex/CMN)...

Começou no ultimo domingo, dia 14 de abril, a Operação “Jeanne d’Arc 2024”, exercício realizado pela Marinha do Brasil (MB)...

Santiago Rivas (*) Na manhã de hoje, 16 de abril, foi finalmente assinado o contrato de aquisição das 24 aeronaves...

Comentários

DISPONÍVEL