Boeing P-8A Poseidon na busca ao ARA San Juan.

0
6248
A Armada Argentina divulgou imagens produzidas no último domingo (26/11) a bordo do Boeing P-8 Poseidon da US Navy (Marinha dos Estados Unidos), realizando voos na área de busca ao submarino ARA "San Juan” .

A Armada Argentina divulgou imagens produzidas no último domingo (26/11) a bordo do Boeing P-8 Poseidon da US Navy (Marinha dos Estados Unidos), realizando voos na área de busca ao submarino ARA “San Juan” . O avião norte-americano está operando a partir da Base Aeronaval Comandante Espora.

Nas imagens divulgadas é possível verificar que o avião está sendo utilizado no máximo de suas capacidades operacionais. Confira detalhes do “Deus dos Mares” da US Navy:

O Boeing P-8 Poseidon é o resultado final do Programa Multimission Maritime Aircraft ou MMA. Trata-se de uma aeronave militar desenvolvida por encomenda da Marinha dos Estados Unidos (US Navy) a Boeing Defense, Space & Security. Usando o projeto do Boeing 737-800 como plataforma, o P-8A foi projetado para atuar na moderna guerra anti-submarina (ASW) de longo alcance; guerra anti-superfície; e missões de inteligência, vigilância e reconhecimento.

O tipo cumpre essas missões voando até 41,000 pés e cruzando até 490 nós. O modelo apresenta uma taxa de expedição de 99,8 por cento, com mais de 4.000 aeronaves voando e 6.600 + encomendas. O P-8 é projetado para voar por 25 anos / 25.000 horas nos regimes de vôos marítimos mais severos, incluindo operações prolongadas em ambientes de gelo. Isso tudo até 4.500 milhas da base sem reabastecimento.

Os motores CFM-56B fornecem cada um 27 mil libras de impulso, os dois sendo equipados com um gerador a motor de 180KVA. Combinado com a APU comercial de 90KVA, isso proporciona 450KVA de potência. O P-8 possui capacidade de crescimento significativa para equipamentos a bordo e capacidade de resfriamento (cooling).

O P-8 tem duas vezes a capacidade de processamento de sonobóias do concorrente mais próximo (segundo o fabricante), e pode transportar mais destes equipamentos que qualquer aeronave de patrulha marítima e de reconhecimento atualmente voando (30% a mais). O avião tem a capacidade de controlar veículos aéreos não tripulados (controle de nível 2) para ampliar o alcance do sensor ( VANT lançados a partir da superfície).