Batismo de fogo dos M109A5 – A modernização da Artilharia de Campanha

0
5489
Momento histórico para a Artilharia de Campanha do EB, o 1º tiro dos M-109A5.

No dia 3 de abril, a 5ª Divisão de Exército (5ª DE), por intermédio de sua Artilharia Divisionária (AD/5), realizou o Tiro de Demonstração e Batismo de Fogo das Viaturas Blindadas de Combate Obuseiro Autopropulsado (VBCOAP) M109A5 no campo de Instrução Marechal Hermes, localizado na cidade de Três Barras, em Santa Catarina.

Notas do autor:

No vídeo abaixo, aos 2:30 aproximadamente, o general-de-exército Juarez confirma mais uma vez que a Força Terrestre está adquirindo de 2ª mão obuseiros auto-rebocados M198 e Light Gun.

O obuseiro auto-rebocado M198 howitzer é um obus desenvolvido para o Exército (US Army) e para o Corpo de Fuzileiros Navais (USMC) dos Estados Unidos.

Ele foi concebido para substituir o M114. Posto no serviço ativo em 1979, com mais de 1.600 unidades construídas, já participou de vários combates, como a Guerra do Golfo em 1991 e a Invasão do Iraque em 2003. O M198 está saindo de serviço nos Estados Unidos e na Austrália, substituído pelo M777 da BAE Systems.

O L-119 / L-118 Light Gun é um obuseiro ligeiro transportável por via aérea e “lançável” por para quedas sobre o teatro de operações. Pode igualmente ser rebocado por uma viatura ligeira.

A sua principal vantagem é a sua enorme mobilidade que advém do seu reduzido peso. Têm também um perfil baixo, o que facilita a sua ocultação, além de a sua operação não exigir uma área para o recuo da peça.

As versões L-119 e L-118 são virtualmente iguais, sendo apenas a versão L-119 adaptada ao nível do cano, para permitir o disparo de todas as munições standard NATO.

No evento, foi apresentada a evolução histórica da Artilharia de Campanha, evidenciada pelos armamentos dispostos na linha de fogo, desde o canhão francês Schneider 75 mm até o obuseiro M109A3.

A modernização da Artilharia de Campanha foi materializada com a apresentação do sistema Gênesis (Imbel) e do equipamento Atlas Gun-Laying System (AGLS) para a observação dos tiros, culminando com a entrada em posição e tiros do obuseiro M109A5.

Após os disparos, os Generais de Exército homenagearam as guarnições das VBCOAP M109 A5 compostas por militares do 15º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado, materializando a entrega dos novos obuseiros à organização militar.

Também foram homenageados os quatro Generais de Exército oriundos da Arma de Artilharia que realizaram o batismo de fogo dos novos obuseiros. O evento histórico para a AD/5 e para o Exército Brasileiro foi finalizado com o canto da canção da Artilharia por todos os presentes.

Junto com outras autoridades militares, a atividade contou com a participação do Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia, General de Exército Juarez Aparecido de Paula Cunha;  do Comandante Logístico, General de Exército Guilherme Cals Theophilo Gaspar de Oliveira; Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, General de Exército Mauro Cesar Lourena Cid; e Chefe do Departamento de Engenharia e Construção, General de Exército Cláudio Coscia Moura, que tiveram a oportunidade de realizar o disparo que simbolizou o “Batismo de Fogo” das novas viaturas adquiridas pelo Exército.

O tiro de demonstração marcou importante etapa no processo de modernização da Artilharia de Campanha, bem como apresentou a grande capacidade logística e operacional da 5ª Divisão de Exército, por meio da preparação e emprego das VBCOAP M109A5 em curto espaço de tempo.