Atech participa do Seminário Internacional de A-CDM

  • A-CDM (Airport Collaborative Decision Making)

Atech, empresa do Grupo Embraer, participará do Seminário Internacional de A-CDM – O Futuro é Colaborativo, que acontece nos dias 9 e 10 de setembro no Aeroporto Internacional de Guarulhos.

A empresa apresentará sua expertise no desenvolvimento de sistemas de gerenciamento e controle do tráfego aéreo e projetos de integração e compartilhamento de dados em uma única plataforma.

Organizado pela Action Editora em parceria com o DECEA (Departamento de Controle do Espaço Aéreo), subordinado à FAB (Força Aérea Brasileira) e com a concessionária GRU Airport, o Seminário tem como objetivo apresentar os conceitos do A-CDM (Airport Collaborative Decision Making) e os benefícios da implantação de um sistema como esse, que promove a integração de todos os órgãos e entidades ligados ao gerenciamento de fluxo do tráfego aéreo nos aeroportos, por meio do compartilhamento de informações em tempo real.

Durante o Seminário, a Atech levará a experiência da plataforma SWIM AQUILA, desenvolvida pela empresa, que harmoniza o intercâmbio de informações de planos de voo, meteorologia e informações aeronáuticas, em tempo real, com base em um padrão internacional de interfaces e protocolos de comunicação

Com o sistema, é possível organizar e garantir a interoperabilidade dos dados de forma a permitir uma tomada de decisão com maior assertividade nas sequências de pousos e decolagens, reduzindo os impactos na malha aérea e garantindo previsibilidade ao gerenciamento da navegação aérea.

A solução SWIM AQUILA representa um avanço para a integração regional entre sistemas de gerenciamento do espaço aéreo, pois permite compartilhar dados “gate-to-gate” entre as autoridades aeronáuticas de diferentes países.

Adicionalmente, vai ao encontro do conceito A-CDM, que visa distribuir as informações de voos entre todos os envolvidos, como operadores dos aeroportos, empresas aéreas, gestores aeroportuários e órgãos de gerenciamento, concentrando as informações e compartilhando com todos, com o objetivo de melhorar o planejamento e a previsibilidade de ações, contribuindo com a gestão do fluxo e da capacidade dos aeroportos.

A-CDM

Para alcançar a excelência do serviço de gerenciamento das operações aéreas no âmbito do aeroporto, de forma a incluir todos os participantes desse processo, emprega-se o modelo de tomada de decisões colaborativa.

O conceito A-CDM visa a melhoria do gerenciamento de fluxo e da capacidade de tráfego aéreo nos aeroportos, reduzindo atrasos, otimizando recursos, diminuindo os impactos ambientais, o que resulta no aumento da capacidade operacional dos aeródromos.

As informações são reunidas e compartilhadas em tempo real entre todos os operadores, isto é, companhias aéreas, órgãos governamentais, operacionais, administrativos, de gerenciamento de controle de tráfego aéreo e prestadores de serviço. A troca dessas informações, por essa equipe multidisciplinar, proporciona melhores planejamento e previsibilidade operacional, garantindo, assim, maior eficiência do serviço.

Essa metodologia pretende nivelar as necessidades dos usuários com os recursos disponibilizados pelos diversos sistemas. Assim, os envolvidos buscam integração e coordenação entre as partes, permitindo que todos conheçam as dificuldades e o cenário real e futuro de cada situação, buscando soluções eficientes, rápidas e que possam atender a todos da melhor forma.

Sobre a Atech (www.atech.com.br) – Reconhecida como uma “System House” brasileira, a Atech sempre se pautou pela inovação com o objetivo de ajudar a transformar o país.

Com uma expertise única em engenharia de sistemas e tecnologias de consciência situacional e apoio a tomada de decisão, a Atech trabalha no desenvolvimento de soluções inovadoras com aplicações nas áreas de tráfego aéreo, sistemas de comando e controle, segurança cibernética, sistemas de instrumentação e controle, sistemas embarcados, simuladores e logística.

A empresa é responsável pelo desenvolvimento e modernização de todo o sistema para o gerenciamento e defesa do espaço aéreo brasileiro. Pela sua atuação, a companhia é reconhecida e foi certificada como Empresa Estratégica de Defesa pelo Ministério da Defesa do Brasil.

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

A AVIBRAS Indústria Aeroespacial S/A, que em tempos passados foi considerada uma das maiores empresas  de defesa do mundo, mas...

Empresas brasileiras destacam inovações e capacidades no cenário internacional A Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança...

Para celebrar os feitos dos mais de 25 mil homens e mulheres brasileiros que lutaram na 2ª Guerra Mundial, o...

Desde 1º de janeiro de 2023, o dr. Artur José Dian ocupa o cargo de Delegado-Geral da Polícia Civil do...

Comentários

DISPONÍVEL