Argentina agirá com mais rigor contra voos clandestinos

0
1987
Imagem 1 Macri-ControleEspaçoAéreo
(Imagem: Zona Militar)

A Argentina reforçou os controles sobre o espaço aéreo, vias fluviais e fronteiras terrestres de todo o país, após declarar emergência na área de segurança pelo prazo de um ano. Acertada em dezembro passado com ministros de todas as províncias, a medida busca reverter a situação de risco coletivo criada pelo delito complexo, o crime organizado e o narcotráfico.

A emergência, que poderá ser prorrogada por mais um ano, estabelece por exemplo, que as Forças Armadas ficarão encarregadas de identificar, advertir, intimidar e fazer o uso da força (como último recurso) contra invasores do espaço aéreo argentino.

“O governo entrega aos ministérios da Segurança, Defesa e Transportes a tarefa de reforçar os mecanismos de segurança em todos os meios de transporte aéreos”, assinalou um comunicado da Casa Rosada. “Também promove a compra de material indispensável para incrementar a vigilância da fronteira fluvial, dos portos e dos espaços marítimos de jurisdição nacional”, acrescenta o documento.

Essas medidas estão respaldadas por um decreto assinado por Mauricio Macri, político da direita liberal que assumiu o cargo de presidente da Argentina no último dia 10 de dezembro. A luta contra o crime e o tráfico de drogas, em particular, foi uma das promessas de campanha de Macri.

Ivan Plavetz
Fonte: Zero Hora