Airbus Helicopters e o Projeto Eagle: sistema de processamento de imagem a bordo.

0
1203
Batizado com o codinome EAGLE (Eye for Autonomous Guidance and Landing Extension), este projeto de pesquisa visa automatizar todas as funções de processamento de imagens do helicóptero e alimentá-las no sistema de aviônica, melhorando assim a conscientização da equipe e reduzindo a carga de trabalho do piloto, automatizando e assegurando abordagens, decolagens e aterrizagens nos ambientes mais exigentes.

A Airbus Helicopters deu um passo adiante na experimentação do Projeto Eagle, com a validação em voo do inovador sistema de processamento de imagem a bordo.

Realizados em um teste usando um helicóptero H225, os ensaios demonstraram a capacidade do sistema de selecionar um “alvo” terrestre pequeno de intervalos de até 2 milhas e rastreá-lo automaticamente durante a abordagem realizada pelo piloto.

Os testes de voo também validaram a arquitetura do Eagle e os principais componentes, como o pacote de optrônica girostabilizado e a unidade de processamento.

Os próximos passos da campanha de testes incidirão no acoplamento do Eagle com o sistema de controle de vôo automático para automatizar completamente a aproximação de uma área de pouso selecionada.

Batizado com o codinome EAGLE (Eye for Autonomous Guidance and Landing Extension), este projeto de pesquisa visa automatizar todas as funções de processamento de imagens do helicóptero e alimentá-las no sistema de aviônica, melhorando assim a conscientização da equipe e reduzindo a carga de trabalho do piloto, automatizando e assegurando abordagens, decolagens e aterrizagens nos ambientes mais exigentes.

O sistema foi projetado para ser integrado em uma variedade de veículos de decolagem e aterragem verticais (VTOL) existentes e futuros da Airbus.