Águas Azuis participa da SC Expo Defense 2022

2
827

A Águas Azuis, Sociedade de Propósito Específico (SPE) estabelecida entre a Thyssenkrupp Marine Systems, a Embraer Defesa & Segurança e a Atech para a construção das fragatas Classe Tamandaré para a Marinha do Brasil, está entre os expositores da SC Expo Defense, feira de tecnologias e produtos de defesa que será realizada nos dias 19 e 20 de maio em Florianópolis (SC).

Durante o evento, os visitantes terão a oportunidade de saber mais detalhes sobre este que é o mais moderno e inovador projeto naval já desenvolvido no País. “A construção desses quatro novos navios é de fundamental importância para ampliar e modernizar a esquadra da Marinha do Brasil”, diz Fernando Queiroz, CEO da Águas Azuis.

Após assinar o contrato em 2020 com a Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON) da Marinha do Brasil, a Águas Azuis iniciou o desenvolvimento do projeto Tamandaré em Itajaí, onde também está localizada a Thyssenkrupp Estaleiro Brasil Sul, em cujas instalações a atividade industrial já foi iniciada. “O projeto está em ritmo acelerado e de acordo com o planejamento. Acabamos de concluir, com sucesso, o ‘critical design review’ (CDR) e a montagem estrutural do mock-up. Ainda este ano iniciaremos a construção da primeira fragata”, acrescenta Queiroz, além de destacar que o programa tem expectativas de taxas de conteúdo local acima de 30% para o primeiro navio e de 40% para os demais.

Adquirido pela Thyssenkrupp em 2020, o Estaleiro Brasil Sul é um dos mais modernos do Brasil. Localizado em região com forte vocação naval, em uma área de 310.000 m², tem grande capacidade de construção e aplica os mais inovadores processos de produção com alto nível de automação e tecnologia de ponta. Nos últimos anos, já entregou grandes embarcações, como por exemplo, navios para operações offshore de, aproximadamente, 90 metros de comprimento e 19 metros de boca.

As empresas integrantes da Águas Azuis possuem um sólido e longo histórico de relacionamento com o Brasil, além de forte presença em vários outros países.

Líder da parceria, a Thyssenkrupp Marine Systems, empresa do Grupo Thyssenkrupp, é um dos fornecedores líderes mundiais de sistemas para submarinos e embarcações de superfície naval, bem como tecnologias de segurança marítima com histórico secular de construção naval. A Embraer Defesa & Segurança, unidade de negócio da Embraer, está presente em mais de 60 países e é líder na indústria aeroespacial e de defesa na América Latina. A Atech, subsidiária da Embraer, desenvolve soluções inovadoras para controle de tráfego aéreo, sistemas de comando e controle, segurança cibernética, sistemas de instrumentação e controle, sistemas embarcados e simuladores. A aliança naval entre a Thyssenkrupp Marine Systems e a Embraer Defesa & Segurança também permitirá criar bases para a exportação de produtos de defesa naval a partir do Brasil.

 

A Thyssenkrupp está fornecendo a tecnologia naval de sua comprovada plataforma de construção de navios de defesa da Classe MEKO®, já utilizada em 82 embarcações em operação em Marinhas de 15 países, entre eles Portugal, Grécia, Austrália, Argentina e Argélia. O conceito exclusivo MEKO® de design modular facilita a integração local e a transferência de tecnologia, ajudando a reduzir os custos de manutenção e modernização. Combinando tecnologia de ponta, inovação e capacidades robustas de combate, a Classe MEKO® é um autêntico navio-escolta para águas azuis com qualidades excepcionais de autonomia e robustez.

A Embraer é responsável por integrar sensores e armamentos ao Sistema de Gerenciamento de Combate (CMS), incorporando ao programa seus 50 anos de experiência em soluções de tecnologia de sistemas e suporte em serviço. Já a Atech está à frente do desenvolvimento do CMS, do Enlace de Dados Tático e das atividades de Integração e Testes do CMS em parceria com a ATLAS ELEKTRONIK, subsidiária da Thyssenkrupp Marine Systems, e do Sistema Integrado de Gerenciamento da Plataforma (IPMS), em parceria com a L3Harris. Além disso, participa, em conjunto com a EMGEPRON e a Marinha do Brasil, do processo de transferência de tecnologia desses sistemas, atividade que tem como objetivo o recebimento, pelo Brasil, de conhecimento necessário ao desenvolvimento e à manutenção dos sistemas embarcados, capazes de gerenciar a operação das Fragatas Tamandaré por meio do monitoramento e controle dos seus diversos sistemas integrados.

A SC Expo Defense acontece de 19 e 20 de maio, das 9h às 18h, na Base Aérea de Florianópolis (SC). Mais informações no site https://www.scexpodefense.com.br/

Fonte: RPMA Comunicação

2 Comentários

  1. Nada contra à Thyssenkrupp ou às Meko, mas esse modelo de que para fabricar localmente a empresa estrangeira precisa comprar a empresa brasileira parceira irá matar qualquer chance de o Brasil desenvolver uma indústria de defesa autônoma e competitiva no mercado internacional.

  2. Índia, Coreia do Sul e Turquia fizeram parcerias com empresas de outros países, mas não venderam suas empresas para elas e hoje colhem os frutos de terem produtos de defesa de alta tecnologia sendo oferecidos em todo o mundo, inclusive aqui no Brasil. Já nós deixamos nossas empresas de ponta se tornarem filiais de empresas cujo interesse é apenas atender o nosso mercado interno, quando muito a América Latina. Não se constroem marcas globais sendo filial de outra marca global. Graça a deus a Embraer escapou de virar Boeing Brasil.

Deixe um comentário para ROBSON ROCHA Cancelar Resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here