Villas Boas deverá passar o comando do Exército ao final de março.

0
10298
Os rumores em Brasília indicam que o atual Chefe do Estado-Maior, general Fernando Azevedo e Silva, assumirá o cargo de Villas Boas.
Segundo o Blog Montedo.com, as próximas mudanças na cúpula do Exército Brasileiro e o agravamento da doença degenerativa que o acomete foram fatores determinantes para a decisão do General Villas Bôas de deixar o cargo de Comandante da Força Terrestre no final de março corrente.
Após conseguir “anular” o general Mourão Filho, que saiu para a reserva em janeiro, os três generais mais antigos do Alto Comando devem atingir no final de março o tempo limite de doze anos de generalato.
Assim, os generais João Camilo Pires de Campos, Juarez Aparecido de Paula e Theophilo Gaspar de Oliveira serão transferidos compulsoriamente para a reserva.
Villas Boas e Michel Temer: Missão Cumprida?

A saída deste grupo de generais antigos, cujo pensamento é divergente ao do atual Comandante, abre caminho para que Villas Bôas possa deixar o cargo e dedicar-se a cuidar da saúde, cujo quadro se agrava a olhos vistos.

Com dois potenciais sucessores, os generais Sérgio Etchegoyen e Joaquim Silva e Luna, galgados a condição de ministros, o novo Comandante do Exército deverá ser, seguindo a linha sucessória,  o atual Chefe do Estado-Maior, general Fernando Azevedo e Silva.

Obs do autor: Não há até o momento qualquer pronunciamento oficial do EB sobre o assunto. No dia 27/02, terça-feira, o general Villas-Boas tomou parte na solenidade de posse do novo ministro da Defesa, general Silva e Luna, e depois conversou com a imprensa sobre a Intervenção Federal no Rio de Janeiro, entre outros temas. Não se falou da sua saída do comando, na ocasião.