Super Tucanos receberão proteção adicional

0
3668

A Força Aérea Brasileira (FAB), em parceria com a Embraer Defesa & Segurança (EDS) e o Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), está desenvolvendo um kit de proteção adicional para os ocupantes do cockpit do turboélice de treinamento avançado EMB-314, mais conhecido A-29 Super Tucano, aeronave que está alcançando sucesso no mercado de exportação e acumulando milhares de horas de voo em várias Forças Aéreas ao redor do globo, tendo sido provado em combate em diversos teatros de operação.

O novo kit de proteção é composto de placas de cerâmica balística que proporciona à aeronave uma maior capacidade de sobrevivência ao enfrentar oposição inimiga sem comprometer o seu desempenho. O programa de desenvolvimento encontra-se em fase avançada, sendo que após a homologação da proteção adicional, o Super Tucano será ofertado aos clientes de exportação já com esse item na condição de acessório de série.

A frota operada atualmente pela FAB também deverá receber esse implemento. Será parte do pacote de soluções a serem integradas na aeronave no processo MLU (Mid-Life Upgrade– Modernização de Meia-Vida).

(Imagem Embraer)
(Imagem: Embraer)

As versões do Super Tucano produzidas em parceria com a norte-americana Sierra Nevada Incorporation (SNI) para atender os requisitos do programa Light Air Support (LAS) do governo dos Estados Unidos, saem da linha de produção com essa proteção adicional. Essas aeronaves têm obtido uma excelente folha de serviços em missões do tipo COIN (Counter-Insurgency – Contra-Insurgência) no Afeganistão.

Ivan Plavetz
Fonte: GBN-Geopolítica Nacional