Sikorsky CH-53K King Stallion do USMC realiza testes DVE no Arizona.

0
645
O CH-53K oferece mais que o dobro da capacidade de levantamento e raio de ação do CH-53E, e um porão de carga mais largo para permitir transportar um Humvee internamente. (U.S. Marine Corps photo by Lance Cpl. Alexia Lythos)

O helicóptero Sikorsky CH-53K iniciou uma bateria de testes denominados “ambiente visual degradado” ou (DVE) no Yuma Proving Ground do Exército dos EUA (US Army) em setembro de 2018.

O CH-53K tem a capacidade de, em ambientes hostis, entrar e sair de situações críticas rapidamente, reduzindo a exposição de passageiros e tripulantes.

Ambientes visuais degradados (DVE – Degraded Visual Environments) afetam as operações de helicópteros e a segurança de vôo das forças armadas em todo o mundo.

A NLR está envolvida na resolução deste problema, analisando os requisitos operacionais e avaliando as soluções propostas.

A poeira, a neve ou a água lançadas pela ação das pás dos rotores fazem com que as tripulações de helicópteros percam referências visuais do mundo exterior em fases críticas da missão, como decolagem e aterrissagem.

Brownout (nuvens de poeira), whiteout (concentração de neve) e spray de água são desafios exigentes para a tripulação de voo de um helicóptero militar operando em ambiente de combate, pois causam uma redução na percepção da situação.

O Sikorsky CH-53K King Stallion é um helicóptero de carga de grande porte atualmente sendo desenvolvido pela Sikorsky Aircraft para o Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos (USMC).

O projeto apresenta três motores de 7.500 shp (5.590 kW), novas pás de rotor compostas e uma cabine de aeronaves mais larga do que as variantes anteriores do CH-53.

Será o maior e mais pesado helicóptero das forças armadas dos EUA.

O USMC planeja receber 200 helicópteros a um custo total de US $ 25 bilhões.

Os ensaios do Ground Test Vehicle (GTV) começaram em abril de 2014; Os testes de voo começaram em 27 de outubro de 2015.

Em maio de 2018, o primeiro CH-53K foi entregue ao Corpo de Fuzileiros Navais.

O CH-53K é um redesenho geral do CH-53E.

As principais melhorias são novos motores e layout do cockpit.

O CH-53K oferece mais que o dobro da capacidade de levantamento e raio de ação do CH-53E, e um porão de carga mais largo para permitir transportar um Humvee internamente.

Também será equipado com um novo sistema composto de pás de rotor, com tecnologia semelhante à atualmente encontrada no helicóptero Black Hawk UH-60.

O CH-53K utiliza o motor General Electric GE38-1B. Este motor venceu o Pratt and Whitney Canada PW150 e um derivado do Rolls-Royce AE 1107C-Liberty usado no V-22 Osprey.