SIATT (Sistemas Integrados de Alto Teor Tecnológico), mantendo o voo dos mísseis brasileiros.

0
2447
A equipe da SIATT na Ridex 2018 foi formada por Luiz Sérgio Ferreira, Julia Albuquerque, Azhaury Cunha Filho, Rogerio Salvador, Robson Duarte, Khaled Sarout, Maj. Ricardo (CTEX), André Ponce, Felipe Stabile de Abreu, Regis Marongio Borges, Júlio Cesar Lage e Matheus Ladeira.

Herdeira do espólio da finada Mectron, a SIATT Engenharia, Indústria e Comércio Ltda atua no projeto, desenvolvimento e fabricação, com foco na eletrônica embarcada, de Sistemas Integrados de Alto Teor Tecnológico, tais como armamentos Inteligentes (mísseis, bombas guiadas, etc); Integração de armamentos inteligentes a plataformas (aeronaves, tanques, navios, viaturas terrestres, etc.); Radares e outros tipos de sensores; Sistemas e equipamentos aviônicos; Sistemas de comunicação segura e de comando & controle; Subsistemas e equipamentos para veículos lançadores de satélites.

O míssil anti-carro MSS 1.2 e seu lançador/designador laser.

A empresa foi fundada em 2015 por quatro engenheiros com ampla experiência na indústria de defesa e aeroespacial.

Graduados no início dos anos de 1980 pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) considerado centro de excelência a nível mundial, estes quatro profissionais sempre desenvolveram suas atividades neste setor, tanto no Brasil como no exterior.

Regis Marongio Borges, equipe SIATT.
Robson Duarte, equipe SIATT.
Visita do Comandante da Marinha do Brasil, AE Eduardo Bacellar Leal Ferreira, ao estande da SIATT na Ridex & Bid Brasil 2018

A SIATT opera com instalações no Parque Tecnológico de São José dos Campos/SP, o maior complexo de Inovação e Empreendedorismo do Brasil

Durante a Ridex 2018, realizada no Pier Mauá (RJ), foram exibidas simulações dos mísseis que a empresa domina no Showroom Móvel da empresa, montado em um container marítimo customizado.

O míssil anti-carro MSS 1.2 com destaque para suas aletas de estabilização e refletor de energia laser no cone de cauda.

O Míssil anticarro guiado a laser MSS 1.2 (bean rider) podia ser apontado e disparado/guiado contra um alvo móvel (veículo blindado), a partir de seu tubo/lançador portátil, permitindo ao visitante operar o armamento exatamente como em um disparo real, exceto pelo som, deslocamento de ar e fogo/chamas.

O Simulador do MANSUP, Missil Antinavio Supersônico, foi apresentado em várias telas, a primeira mostrando o console lançador (direção e distância do alvo, o estado do mar e o modo de lançamento).

Apresentação do disparo simulado do MANSUP a oficial generakl do Exército Brasileiro.

Com o disparo a partir de um navio representanto a corveta V-34 Barroso da Marinha do Brasil, é possível ver a replicação física dos comandos de voo (aletas cruciformes) no compartimento de ré de um míssil em escala real.

Na segunda tela, é possível visualizar em detalhes toda a telemetria gerada pelo voo do míssil, com dados como velocidade relativa, altitude de voo, proa e rumo em relação ao alvo, perfil de altitude, distância de linha de visada, etc.

Telemetria do MANSUP em voo sea skimming.

A terceira tela é a visualização gráfica do voo do míssil e impacto no alvo (desconsiderar o modelo de navio alvo).

O MANSUP destrói seu alvo, uma fragata inimiga.
Ilustrações produzidas para o showroom móvel da SIATT (onde havia simuladores de tiro do míssil anti tanque “MSS1.2” e míssil anti navio “MANSUP”). A estréia desse showroom acpnteceu na Ridex & BID Brasil 2018, Rio de Janeiro/RJ, 27 de junho de 2018. (Gino Marcommini).
Ilustrações produzidas para o showroom móvel da SIATT (onde havia simuladores de tiro do míssil anti tanque “MSS1.2” e míssil anti navio “MANSUP”). A estréia desse showroom acpnteceu na Ridex & BID Brasil 2018, Rio de Janeiro/RJ, 27 de junho de 2018. (Gino Marcommini).
Ilustrações produzidas para o showroom móvel da SIATT (onde havia simuladores de tiro do míssil anti tanque “MSS1.2” e míssil anti navio “MANSUP”). A estréia desse showroom acpnteceu na Ridex & BID Brasil 2018, Rio de Janeiro/RJ, 27 de junho de 2018. (Gino Marcommini)..
Ridex & BID Brasil 2018: CA Paulo Ricardo Médici, Coordenador-Geral de Negócios da Amazônia Azul Tecnologias De Defesa S.A – Amazul, entre Robson Duarte e Rogerio Salvador, ambos da SIATT. #ridex #bidbrasil2018
Visita do VA Ronaldo Fiuza de Castro, da DSAM – Diretoria de Sistemas de Armas da Marinha do Brasil, ao estande da SIATT na Ridex & BID Brasil 2018. Da esq. p/ dir.: Azhaury Cunha, Lígia Salvador, Almte Fiuza, Rogerio Salvador e Robson Duarte.
Visita do VA Alípio, Comandante em Chefe da Esquadra e do AE Puntel, Diretor-Geral de Navegação da Marinha do Brasil, ao estande da SIATT na Ridex & BID Brasil 2018. Da esq. p/ dir., frente: VA Alípio, AE Puntel, Rogerio Salvador (Dir Comercial da SIATT) e Robson Duarte (Gerente do Prog. MANSUP na SIATT). Atrás: Maj. Ricardo (CTEX) e Azhaury Cunha (Dir. Financeiro da SIATT).
Visita do Chefe do CTEX – Centro Tecnológico do Exército Brasileiro, Gen Brig Robson Santana de Carvalho, ao showroom móvel da SIATT na Ridex & BID Brasil 2018. Da esq. p/ dir.: Rogerio Salvador (Dir. Comercial da SIATT), Gen Brig Robson, Robson Duarte (Ger. do Programa MSS na SIATT) e Felipe Stabile (Engenheiro da SIATT).
Visita do AE Luiz Henrique Caroli, Diretor-Geral do Material da Marinha, e do VA Alfredo Martins Muradas, Diretor da DSAM – Diretoria de Sistemas de Armas da Marinha, ao estande da SIATT na Ridex & BID Brasil 2018. Da esq. p/ dir.: Azhaury Cunha, Rogerio Salvador, AE Caroli, VA Muradas e Robson Duarte. #ridex #bidbrasil2018 — com Azhaury Cunha Filho e Rogerio Salvador em RIDEX. (Foto: Roberto Caiafa)