Segurança: Homens de 25 a 34 anos são os que mais blindam carros em São Paulo.

0
12909
A busca por proteção é o principal motivo da procura por blindagens dos veículos, que ainda é associada à ideia de status, segundo Rodrigo. “Há uma preocupação maior em proteger os familiares.

A sensação de insegurança é constante na vida de quem mora em São Paulo, o que faz com que a busca por recursos para se proteger seja constante, como a blindagem de carros – na capital, esse mercado cresce a ritmo contínuo e concentra 70% da produção do Brasil, segundo dados da Abrablin (Associação Brasileira de Blindagem).

Um levantamento inédito feito pela Arrow Blindagens (www.arrowgrupo.com.br) apresenta um raio X dos principais consumidores desse serviço na cidade: homens na faixa dos 25 aos 34 anos. Os bairros onde há maior procura são Morumbi, Jardins, Higienópolis, Vila Mascote e Itaim.

A pesquisa, desenvolvida entre 1º de julho e 8 de outubro deste ano, mostra que o público masculino corresponde a 73,4% do total, enquanto o feminino representa 26,6%. No que diz respeito à idade, a segunda maior procura é da faixa de 35 aos 44 e, em seguida, do público de 45 a 54 anos.

A menor busca vem de quem tem mais de 65 anos. “A atração do público jovem está atrelada ao início da vida profissional e familiar”, explica Rodrigo Frontoroli, fundador da Arrow.

A busca por proteção é o principal motivo da procura por blindagens dos veículos, que ainda é associada à ideia de status, segundo Rodrigo. “Há uma preocupação maior em proteger os familiares. O investimento é, às vezes, até maior que o aplicado na segurança residencial”, constata. Hoje, porém, o serviço é mais barato, emprega tecnologia mais avançada e há facilidades para pagamento, o que aos poucos o torna acessível para as classes B e C. Os consumidores desembolsam um valor médio de R$ 50 mil.

Fundada em 2015, a Arrow Blindagens conta com profissionais com mais 12 anos de atuação no segmento. Hoje oferece, além da blindagem, manutenção, funilaria, pintura, consultoria sobre documentações no setor, entre outros.