Satélite Aeolus da Airbus está pronto para o lançamento em Kourou.

0
509
Os dados obtidos pelo Aeolus garantirão valores confiáveis de padrões de vento em escala global, que são importantes tanto para meteorologistas, que buscam melhorar a precisão de previsões do tempo, quanto para climatologistas, que procuram compreender melhor a dinâmica global da atmosfera terrestre.
  • Espaçonave para detecção de vento da ESA, Aeolus é encapsulado ao lançador Vega e está pronto para lançamento

Stevenage/Kourou, agosto de 2018 – O Aeolus, o satélite para detecção de vento da Agência Espacial Europeia (ESA – European Space Agency), foi encapsulado com sucesso ao lançador Vega no Centro Espacial da Guiana, em Kourou, e está pronto para o lançamento no dia 21 de agosto.

Construído pela Airbus, o Aeolus será o primeiro satélite capaz de realizar uma observação global de padrões de elementos de vento diariamente e em tempo praticamente real.

A aeronave, que pesa 1,4 toneladas, conta com o chamado Aladin, um instrumento LiDAR (acrônimo de Light Detection and Ranging) que usa o efeito Doppler para determinar a velocidade do vento em diferentes altitudes.

Assemblage coiffe au S5B, le 07/09/2018

Os dados obtidos pelo Aeolus garantirão valores confiáveis de padrões de vento em escala global, que são importantes tanto para meteorologistas, que buscam melhorar a precisão de previsões do tempo, quanto para climatologistas, que procuram compreender melhor a dinâmica global da atmosfera terrestre.

O Aeolus orbitará a Terrra 15 vezes por dia, com transmissão de dados para os usuários dentro de 120 minutos a partir da medição anterior em cada órbita.

O ciclo de repetição de órbita é de sete dias (a cada 111 órbitas) e a espaçonave voará em uma órbita de 320 Km por três anos.