Ronaldo Olive e a homenagem da Embraer: 1º voo do Bandeirante completa 50 anos!

0
2155
ROLl-OUT do YC-95 FAB 2130 (Imagem: Ronaldo Olive).

Na noite da próxima sexta-feira, 19 de outubro de 2018, o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) realiza evento comemorativo sobre os 50 anos do primeiro voo da aeronave YC-95 FAB 2130, o primero protótipo do Bandeirante.

Um marco na aviação brasileira

O primeiro avião brasileiro, o YC-95 Bandeirante, é um dos mais marcantes para a história da aeronáutica brasileira.

O primeiro voo aconteceu no dia 28 de outubro de 1968 após 110 mil horas de trabalho que contou com o trabalho de cerca de 300 pessoas ao longo de três anos e quatro meses.

Os protótipos FAB 2130 e 2131 em voo sobre a Baia da Guanabara.

No ano seguinte, a Embraer seria criada para fabricar a aeronave em linha de produção.

O primeiro cliente seria a Força Aérea Brasileira (FAB) com a aquisição de 80 unidades.

Nos anos seguintes, a Força Aérea do Uruguai tornou-se o primeiro cliente no exterior.

A Embraer produziria um total de 498 unidades, em 16 versões diferentes.

Foi o começo do desenvolvimento e sucesso da indústria aeroespacial brasileira.

Roll-Out do FAB 2131……(Imagem: Ronaldo Olive)
O PP-ZCN estava mais próximo da configuração final para uso regular na aviação comercial. (Imagem: Ronaldo Olive)

Um dos homenageados na noite dedicada aos pioneiros é o “Senhor das Armas” de T&D, o escritor e consultor Ronaldo Olive.

Olive é o mais antigo integrante do quadro de profissionais de Tecnologia & Defesa, tendo suas matérias publicadas na revista desde o número 1.

CURRICULUM RONALDO OLIVE – CLIQUE AQUI

Último Gloster Meteor F.8 da FAB (FAB 4460), saindo do hangar da Embraer após receber pintura de Xavante (agosto de 1972, imagem Ronaldo Olive).
As icônicas imagens do EDA voando Fouga Magister e T-6 foram produzidas por… Ronaldo Olive.
O protótipo semi abandonado do Convertiplano, fuselagem de Spitfire, motor de B-17 e conceito similar ao dos Osprey da atualidade. (Imagem: Ronaldo Olive).

Escritor e jornalista brasileiro com uma longa e profícua carreira a partir da década de 1960), o niteroiense de 76 anos especializou-se em assuntos como aviação, temas militares, Law Enforcement e armas de fogo, com artigos publicados em periódicos locais e internacionais (Reino Unido, Suíça e EUA).

Sua vasta experiência fez dele um palestrante convidado frequente e instrutor nas forças armadas e policiais do Brasil.

IV Brigada Aérea, Villa Reynolds, JAN 1971 (Ronaldo Olive).
IV Brigada Aérea, Villa Reynolds, JAN 1971 (Ronaldo Olive).
F-86 Sabre da VII Brigada Aérea (Mendoza) (Ronaldo Olive).
F-86 Sabre da VII Brigada Aérea (Mendoza)(Ronaldo Olive).
MS.760 Paris da VII Brigada Aérea (Mendoza) (Ronaldo Olive).
Ronaldo Olive equipado com uma “Go Pró” analógica KODAK Super 8 mm “acoplada” ao capacete. A foto é dos preparativos para um salto na Barra de Tijuca, no final dos anos de 1970.