Reino Unido estuda comprar aviões de patrulha marítima

0
1513
Imagem 2 P-8-Reino Unido
O P-8 Poseidon preencherá a lacuna deixada pelo veterano Nimrod MR2 (Imagem: Boeing)

O governo do Reino Unido está definindo planos para encomendar nove aviões de patrulha marítima Boeing P-8 Poseidon, bem como estender a vida útil dos aviões de combate Eurofighter Typhoon da Real Força Aérea do Reino Unido (RAF).

A possível aquisição e o prolongamento de vida útil dos Typhoon consumirá parte dos US$ 270 bilhões programados para investimentos em equipamentos militares e de suporte nos próximos dez anos, segundo informou em nota o primeiro-ministro britânico David Cameron.

Cameron delineou esses planos ao apresenta-los no começo desta semana na Câmara dos Comuns a Revisão Estratégica de Defesa e Segurança (SDSR conforme sigla em inglês).

Com a retirada de operação dos British Aerospace Nimrod MR2 da RAF, em março de 2010, o constante adiamento do programa do substituto “interino” Nimrod MRA4 faz com que a aquisição de uma aeronave para seu lugar seja considerada indispensável e urgente.

As declarações de Cameron especificaram também que a vida útil dos Typhoons será estendida até 2040. Essa ampliação permitirá a formação de mais dois esquadrões totalizando sete unidades operacionais com 12 aviões do modelo cada uma. De acordo com o primeiro-ministro britânico, haverá investimentos na capacidade de ataque ar-superfície e instalação de radares de varredura eletrônica de matriz ativa (AESA conforme sigla em inglês) nesses aviões de combate permitindo desta forma adaptação dos Typhoons da RAF às emergentes ameaças encontradas na moderna arena de combate.

Ivan Plavetz
Fonte: Flight Global