Radares do SISFRON tem contratos de licenciamento assinados (BID).

0
2825
A assinatura destes instrumentos traz inúmeras vantagens para o Exército Brasileiro e para o País, em especial a geração de royalties para o DCT, o fomento da Base Industrial de Defesa, a geração de emprego e renda no Brasil e o fortalecimento do relacionamento Indústria-Universidade-Governo (Tríplice Hélice).

No dia 02 de outubro o Departamento de Ciência e Tecnologia (DCT), representado por seu Chefe, General de Exército Edson Leal Pujol e a EMBRAER Defesa e Segurança, representada pelo seu presidente, Jackson Medeiros de Faria Schneider, celebraram contrato de licenciamento dos Radares SABER M60 e SENTIR M20.

Os dois radares são projetos realizados pelo DCT.

O Radar SABER M60 é utilizado para busca e vigilância sendo desenvolvido para defesa antiaérea de baixa altura.

O Radar SABER M60 possui baixo peso e elevada mobilidade, é acondicionado em caixas, podendo ser transportado por viaturas, aviões de pequeno porte, helicópteros, trens e embarcações, etc. Pode ser instalado no alto de edificações, e suporta a operação em todas as condições climáticas do território brasileiro. (Imagem: Roberto Caiafa)

Já o Radar SENTIR M20 é empregado na vigilância terrestre sendo capaz de detectar e acompanhar o deslocamento de alvos terrestres.

A assinatura destes instrumentos traz inúmeras vantagens para o Exército Brasileiro e para o País, em especial a geração de royalties para o DCT, o fomento da Base Industrial de Defesa, a geração de emprego e renda no Brasil e o fortalecimento do relacionamento Indústria-Universidade-Governo (Tríplice Hélice).