Programa KC-390: Rumo à certificação

0
2030
Foto 1 KC-390-Certif.
Após certificação civil e militar, o KC-390 poderá entrar em operação regular. (Imagem: Embraer Defesa & Segurança)

Após ter realizado o voo inaugural na última terça-feira (03), o novo avião militar de transporte tático KC-390, da Embraer Defesa & Segurança (EDS), começa a cumprir um amplo programa de ensaios que irá durar aproximadamente dois anos para só então obter as certificações militar e civil, status necessário para que o modelo possa iniciar suas operações regulares no Brasil. O primeiro exemplar de série dos 28 exemplares já encomendados será entregue para a Força Aérea Brasileira no segundo semestre de 2016.

A certificação militar é de competência do Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI), organismo subordinado ao Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA). Já a certificação civil da aeronave é emitida pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Os próximos passos serão para alcançar certificações internacionais, permitindo sua operação em outras partes do mundo.

Durante o voo inaugural, cuja duração foi de 1h e 19 minutos, o KC-390 realizou manobras para avaliação das características de voo e executou uma variedade de testes de sistemas, incluindo motores. O sucesso do primeiro voo deve-se principalmente a uma prévia, complexa e extensa campanha de simulações realizadas com o emprego de sofisticadas ferramentas computacionais capazes de reproduzir todas as condições de voo e fornecer um grande numero de dados que possibilitam antecipação precisa do que irá ocorrer no voo real.

“O programa continua avançando conforme planejado e o KC-390 tem despertado o interesse de diversos países no mundo todo”, disse em nota Jackson Schneider, presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança.

Ivan Plavetz