Prefeito de Porto Alegre pede apoio das Forças Armadas para proteger o TRF4.

0
1260
Tribunal Regional Federal da 4ª Região sediará julgamento em segunda instância do ex-presidente Lula dia 24 de janeiro. (Foto: Guilherme Santos/Sul21).

Através do Ofício de Nº005/2018, emitido pelo Gabinete do Prefeito de Porto Alegre, e endereçado a Presidência da República com data de três de janeiro de 2018, Nelson Marchezan Júnior comunica ao comandante-em-chefe das Forças Armadas a necessidade de proteção com uso de tropas federais para manter a ordem na região onde está o edifício do Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

O prefeito abre o documento citando a ação judicial que ocorrerá na cidade no dia 24 de janeiro, e textualmente pede providências após o incitamento a violência e ameaça de ocupação pela força de espaços públicos, como divulgado por “movimentos sociais” e diversos políticos, incluindo senadores.

Essas pessoas/movimentos/políticos pregam abertamente a desobediência civil violenta, o confronto e a invasão de propriedades, além do desrespeito ás determinações legais.

O prefeito de Porto Alegre finaliza solicitando de forma clara e sem subterfúgios de linguagem, a presença de tropas federais de Força Nacional de Segurança Pública e do Exército Brasileiro para proteger a população e os equipamentos urbanos.

(Obs do autor: Marchezan Jr certamente tem na memória o que aconteceu em Brasília em maio de 2017. Naquela ocasião, vários edifícios públicos na Esplanada dos Ministérios foram atacados, vandalizados e incendiados).