Policiais brasileiros testam viaturas “Pursuit”nos Estados Unidos com a MSP.

0
5136
As instalações de treinamento da MSP incluem três pistas com diferentes tipos de obstáculos. (Imagens: MSP)

No início do mês de setembro a Michigan State Police, ou MSP (Polícia Estadual de Michigan), nos Estados Unidos da América, realiza mais uma rodada de testes anuais das viaturas policiais, dessa vez nos modelos 2018.

São carros de polícia concebidos exclusivamente para uso na segurança pública.

Os orgulhosos policias de Michigan e suas viaturas: reconhecimento mundial em um mercado que movimenta bilhões de dólares. Os “Pursuit” norte-americanos são tidos como os melhores do mundo! Na foto, o então 1º sargento Alan Campos e o major Iranildo Claudino de Oliveira, a extrema esquerda, os dois brasileiros certificados como instrutores de direção policial de precisão. (Fotos: sub-tenente Alan Campos/MSP)

Os testes da MSP são utilizados como parâmetro para mais 23 estados americanos e alguns países pelo mundo.

Durante o evento organizado pela Polícia do Estado de Michigan, são realizados exigentes testes de aceleração, frenagem, dirigibilidade, ergonomia, economia de combustível e comunicação de carros e motos em três diferentes pistas com diversas características próprias.

A MSP tem uma unidade de direção precisa que treina seus policiais nas diversas técnicas de condução, de acordo com o tipo de ocorrência, piso e condição climática. Nenhum detalhe é ignorado, incluindo técnicas de contato. (acima e abaixo)

MICHIGAN STATE POLICE PURSUIT TEST – FOTOS: ALAN CAMPOS/PMDF

Nos testes de pneus, aquaplanagem, frenagem, aderência, performance sob chuva intensa e outros fatores são analisados em detalhes, pois a vida do Policial depende desses fatores. (acima e abaixo)

O Conselho Nacional de Comandantes Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares (CNCG), dando sequência ao seu plano estratégico de cooperações, estudos e parcerias com outras polícias no mundo, enviou uma equipe para o estado de Michigan para concluir o trabalho de pesquisa sobre Carros de Polícia.

O estudo foi iniciado em 2012, na Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), pelo sub-tenente PMDF Alan Campos, instrutor de pilotagem policial certificado como instrutor de direção policial de precisão pela MSP.

Somente dois policiais estrangeiros (e brasileiros) receberam essa honrosa distinção dada pela MSP, cabendo ao major PMDF Iranildo Claudino de Oliveira o envio da informação com a qual fazemos a presente correção Na foto inicial da matéria aparecem dois militares do Brasil à esquerda e à frente, o major PMDF Claudino e o então 1º Sargento Alan Campos.  Desta forma somos os dois únicos instrutores formandos pela mesma polícia no mesmo curso e com as mesmas habilidades e titulação até a presente data.”

O sub-tenente PMDF Alan Campos, instrutor de pilotagem policial (acima e abaixo), juntamente com o major PMDF Iranildo Claudino de Oliveira, são os únicos policiais estrangeiros certificados como instrutores de direção policial de precisão pela MSP. 

A equipé é liderada pelo coronel PMDF Feitosa, diretor de Logística e Finanças da PMDF (expertise da área de compras e licitações), e o coronel RR Bridi, oficial da reserva que integra a direção da Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) e um experiente condutor de veículos policiais, de viaturas a aeronaves (asa fixa e rotativa).

Durante os testes no mês de setembro, os policiais militares acompanharão todas as ações preparatórias, executórias e de avaliação apresentadas pela Polícia Estadual de Michigan.

A missão principal do grupo é observar, aprender, estudar, tropicalizar (adaptar) e trazer soluções para as Polícias Militares do Brasil na questão “carro de polícia”, bem como fazer contatos com as montadoras que desenvolvem carros da categoria “pursuit” (viaturas policiais), com o intuito de difundir o emprego desses carros no Brasil e assim estimular a cultura de segurança e eficiência entre policiais brasileiros.

Por que a MSP?

Sendo uma das mais antigas unidades de direção policial da América, trabalhando no desenvolvimento de viaturas policiais e técnicas de direção adequadas ao serviço policial, a MSP tornou-se referência.

Um “Pursuit” da MSP, ano 2014 (acima). Não há nada sequer próximo disso no mercado brasileiro, recheado de veículos de passeio “maquiados” para se parecem viaturas policiais, somente. No mercado americano, viaturas policiais movimentam milhares de dólares e empregos, e as montadoras oferecem produtos de 1ª linha (abaixo)

Atuando no estado “lar” dos carros americanos (a icônica cidade de Detroit está em Michigan) a MSP trabalha incansavelmente na melhoria do policial e do equipamento empregado nas patrulhas.

Os trabalhos desenvolvidos pela MSP servem de referência para dezenas de estados norte-americanos e vários países pelo mundo, e suas observações, estudos e resultados dão suporte às montadoras daquele País no desenvolvimento contínuo de viaturas policiais “pursuit”.

Roberto Caiafa