Peru recebe oferta de jatos FA-50 Golden Eagle

0
3564
Foto 2 FA-50-Peru.
O FA-50 possui capacidades para cumprir um variado leque de missões, incluindo ataque e interceptação. (Imagem: KAI)

A República da Coreia fez oferta ao Peru com vistas ao fornecimento de 24 jatos de combate leve FA-50 Golden Eagle da Korean Aerospace Industries (KAI) no âmbito do acordo bilateral de Defesa firmado entre os dois países.

De acordo com a imprensa sul-coreana, a oferta foi comunicada oficialmente pelo vice-ministro da Defesa da República da Coreia, Baek Seungjoo, no dia 03 de fevereiro. A proposta está avaliada em US$ 1 bilhão.

Os dois países já possuem vínculos industriais no setor de Defesa representado por um acordo de coprodução do turboélice de treinamento militar KAI KT-1P, cujo valor alcança os US$ 200 milhões. Trata-se de 20 unidades destinadas à Força Aérea do Peru (FAP), sendo que as quatro primeiras foram produzidas pela KAI em seu país e as 16 restantes estão sendo montadas com alguns componentes produzidos localmente.

O acordo de cooperação industrial de Defesa está se desenvolvendo conforme a nova politica implantada pelo atual presidente peruano, Ollanta Humala, que determina que os contratos de aquisição de material militar esteja vinculado à Lei de offsets. O Peru vem desenvolvendo um amplo programa de atualização e renovação de suas Forças Armadas.

No âmbito da FAP, também está em pauta o programa de substituição dos veteranos jatos Cessna O/A-37B Dragonfly, cuja frota remanescente foi reduzida em 23 unidades, todas concentradas no Grupo Aéreo nº 7, sediado em Piura. Em 2009, a FAP reportou interesse no A-29 Super Tucano para substituir os O/A-37B, mas o negócio não foi adiante.

Entre as opções que estão sendo consideradas no programa de substituição, a FAP confirmou que também está avaliando o Alenia M-346 Master, Hongdu L-15 e Yakovlev Yak-130.

Ivan Plavetz