Os sistemas de comunicações da CONTBRAS no Haiti

0
1498

A passagem do Furacão Matthew pela região sul do Haiti trouxe como consequência a necessidade de desdobrar as tropas do Contingente Brasileiro no Haiti (CONTBRAS) naquela região, em apoio às atividades de ajuda humanitária à população atingida pela catástrofe.

As principais características desse novo cenário de emprego da tropa exigiram, dentre outras necessidades, a modularidade e a flexibilidade dos sistemas de Comando e Controle do Batalhão Brasileiro de Infantaria de Força de Paz (BRABAT).

Para atender a essa demanda, foram utilizadas tecnologias como rádios HF (Falcon II), repetidoras, Sistema Rádio Digital Troncalizado, Sistema de Comunicações Militares por Satélite (SISCOMIS) e programas disponíveis na rede mundial de computadores, como por exemplo, o Life 360, ferramenta que permite o acesso à localização de tropas nos deslocamentos entre as diferentes bases na área de operações do Batalhão.

(Imagem BRABAT)
(Imagem BRABAT)

Tais equipamentos têm possibilitado a consciência situacional do comando do BRABAT, o Comando e Controle (C2) de todas as tropas, desde o nível Subunidade até o nível Batalhão, e a ampla coordenação com a Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH), com o Ministério da Defesa e com o Comando do Exército Brasileiro durante todo o período das operações realizadas até o momento.

Ivan Plavetz