Operação Aço! e a 5ª Brigada de Cavalaria Blindada (AÇO!).

0
2674
Operação AÇO 2018: a fase Manobra continua em andamento no Campo de Instrução Barão de São Borja, em Rosário do Sul/RS. "Cavalos de Aço rondam este solo!" #SeuExercitoNuncaPara

Roberto Caiafa

No mês de agosto, o 3º Regimento de Carros de Combate (3º RCC), “Regimento General Paiva Chaves”, realizou um grande treinamento operacional em que foram empregados Pelotões do 1°, 2° e 3° Esquadrões de Carros de Combate, equipes de apoio logístico e equipe de observadores, controladores e avaliadores no contexto da direção do exercício.

Tiro real com VBCC leopard 1A5 BR: 368 tiros de canhão 105 mm realizados

Esse exercício serviu de preparação para a Operação Aço 2018, realizada no Estado do Rio Grande do Sul envolvendo unidades da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada, que faz parte por sua vez da 5ª Divisão de Exército, operando junto a unidades similares da 3ª Divisão de Exército.

A grandiosidade logística desse treinamento pode ser medido em números: 681 militares envolvidos, 107 viaturas blindadas em ação, deslocamento logístico de 1300 km até a região de Rosário do Sul(RS), 368 tiros de canhão 105 mm realizados, 12 Organizações Militares (OM) atuantes no Campo de Instrução Barão de São Borja (Cacequi-RS).

A Aviação do Exército também apoia o treinamento com helicópteros de reconhecimento e ataque Fennec.

Treinamento nos simuladores dos RCC: preparação para o combate 

A Operação Aço! entrou em sua 3ª fase, com a realização do tiro real de carros de combate Leopard 1, entre os dias 23 a 29 de outubro, quando o treinamento deverá ser concluído

A 5ª Bda Cav Blnd tem suas unidades sediadas no Estado de Santa Catarina:

  • Comando da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada – Ponta Grossa
  • Esquadrão de Comando da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada – Ponta Grossa
  • 13º Batalhão de Infantaria Blindado – Ponta Grossa
  • 20º Batalhão de Infantaria Blindado – Curitiba
  • 3º Regimento de Carros de Combate – Ponta Grossa
  • 5º Regimento de Carros de Combate – Rio Negro
  • 5º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado – Curitiba
  • 5° Batalhão de Engenharia de Combate Blindado – Porto União
  • 5º Batalhão Logístico – Curitiba
  • 5º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado – Castro
  • 11ª Bateria de Artilharia Antiaérea Autopropulsada – Rio Negro
  • 5ª Companhia de Comunicações Blindada – Curitiba
  • 25º Pelotão de Polícia do Exército – Ponta Grossa
A Operação AÇO 2018 entra em sua 3ª fase: Manobra da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada, no contexto de Operações Ofensivas. #SeuExercitoNuncaPara
Antes do deslocamento para a Operação Aço!, a 5ª Brigada recebeu a visita de acompanhamento doutrinário do General Hertz, Chefe do Centro de Doutrina do Exército. O foco foi conhecer o 3º RCC, Organização Militar de excelência em termos de forças blindadas.
A 11ª Bateria de Artilharia Antiaérea Autopropulsada (Rio Negro) participa da Operação AÇO! com seus KMW Gepard 1A2.
A 11ª Bateria de Artilharia Antiaérea Autopropulsada (Rio Negro) participa da Operação AÇO! com seus KMW Gepard 1A2.
A 11ª Bateria de Artilharia Antiaérea Autopropulsada (Rio Negro) participa da Operação AÇO! com seus KMW Gepard 1A2. Aqui, uma coluna blindada em marcha com obuseiros e transportes é protegida por dois Gepard.

Indiferente às intempéries do clima, a preparação para as operações militares foram realizadas com sucesso. O deslocamento de meios para a Operação AÇO 2018 mobilizou o 3º RCC. Seus Carros de Combate Leopard deslocaram-se por aproximadamente 960 km. (acima e abaixo).

Durante a Operação Aço!, a tropa blindada e de apoio das duas divisões exercita tarefas do tipo dupla ação no contexto das operações ofensivas e defensivas; ocupação e execução de trabalhos nas zonas de reunião; e abastecimento diurno ou noturno de viaturas, tiro real, dentre outras técnicas.

O Comando Militar do Sul, ao qual as duas divisões são subordinadas, está acompanhando atentamente o exercício, que ocorre simultaneamente em localidades como Rosário do Sul, São Luiz Gonzaga e Santa Maria, cidades localizadas no Rio Grande do Sul.

Os carros de combate Leopard 1 integrantes das unidades subordinadas a 5º Bda Cav Blnd viajaram em média 900 km para atuar em conjunto com as unidades irmãs do Rio Grande do Sul, como por exemplo, a Força de Ação Rápida (FORSUL) – tropa de elite do 4º Regimento de Cavalaria Blindado (4º RCB, São Luiz Gonzaga), que estão valendo-se do exercício para aprimorar atributos de chefia e liderança em cenários de combate convencional.

A Operação Aço! deverá ser concluída ao final do mês de outubro corrente, com a desmobilização dos meios após a análise pós-ação e retorno das unidades e efetivos a a seus respectivos aquartelamentos de origem.