O resgate do PT-ZNF em Gavião Peixoto (Fotos).

0
12676
A operação de resgate mobilizou dois guindastes de grande capacidade, diversos veículos de apoio, recovery kit especializado para erguer partes da aeronave, etc.

No último sábado, cinco de maio de 2018, um incidente ocorrido durante testes em solo nas instalações da unidade fabril de Gavião Peixoto (segundo nota do fabricante) provocou avarias de monta no protótipo 001 do jato de transporte militar/reabastecimento em voo KC390.

Durante a FIDAE 2018, no Chile, T&D teve a oportunidade de voar o PT-ZNF a convite da Embraer. Mal sabíamos que estávamos a registrar um dos últimos voos da aeronave…

As primeiras imagens do sinistro mostraram o avião coberto por lona plástica preta, com suas insígnias cores e marcas descaracterizadas com tinta branca/e ou fita adesiva preta. Ficou evidente a grande distância que a aeronave percorreu após varar o limite da pista de Gavião Peixoto, observação feita do ar provavelmente com o emprego de um drone.

Vista aérea da pista de Gavião Peixoto (5 km de extensão)
Pode-se afirmar que a ponta da asa direita tocou no solo, pois apresenta avarias.

Nos dias seguintes ao incidente, fontes comuns a jornalistas e observadores internacionais falavam em danos de grande monta, a ponto de indisponibilizar o PT-ZNF para o voo em definitivo.

No entanto, faltavam imagens claras o suficiente para permitir avaliar a extensão dos danos.

Na quarta-feira, 10 de maio, fotos da operação de resgate montada em Gavião Peixoto viralizaram nas redes sociais. Elas permitem ao autor tecer algumas constatações:

Ocorreu o colapso total dos trens de pouso de nariz e o principal. Os conjuntos de rodas foram seccionados das suas instalações.
A fuselagem do lado direito sofreu danos de monta, sendo possível observar a porta de lançamento de paraquedistas praticamente destruída na parte inferior.