O MH-139 e a Força de Resposta Tática da Força Aérea dos EUA (TRF)

0
2523
A Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) selecionou o helicóptero MH-139, baseado no Leonardo AW139 (e tendo a Boeing como contratante principal), para substituir sua frota de helicópteros UH-1N "Huey" empregados pela U.S. Air Force Tactical Response Force (TRF).

O programa anunciado é avaliado em US $ 2,4 bilhões para uma compra de até 84 helicópteros, dispositivos de treinamento e equipamentos de suporte associados.

Com capacidade operacional inicial (IOC) esperada para 2021, a aeronave assumirá o papel de proteger as bases de míssil balístico intercontinental do país (ICBM), realizar o transporte das forças de segurança designadas para protegerem essas instalações e transportar pessoal VIP do Governo do EUA.

Alessandro Profumo, diretor executivo da Leonardo, declarou o seguinte a respeito desse contrato: “Estamos orgulhosos desse excelente resultado. Atendemos aos mais rigorosos requisitos como a missão crítica de proteger bases de mísseis e transportar pessoal do governo e forças especiais. Esta seleção também é um testemunho da Leonardo como um forte e confiável parceiro para a indústria aeroespacial dos Estados Unidos ”.

O MH-139 aproveita a base do produto líder do mercado na sua categoria, o Leonardo AW139, para atuar com excelente performance convertido em um helicóptero multi-missão com capacidades ímpares na proteção de infraestruturas críticas, transporte de forças de operações especiais e dignatários/VIP.

Gian Piero Cutillo, MD da Leonardo Helicopters, disse: “O anúncio de hoje é um forte reconhecimento da qualidade em classe mundial e competitividade do nosso produto para atender às necessidades mais exigentes dos principais clientes. ”

O MH-139 é o helicóptero certo para a missão, pois excede os requisitos de velocidade, carga útil, alcance, armamento e sobrevivência para proteger bases ICBM, e ao mesmo tempo, é perfeito para realizar voos VIP.

O tipo apresenta design moderno e o melhor nível de acessibilidade e ainda representa uma economia de US $ 1 bilhão em custos de aquisição e ciclo de vida da frota.

O AW139 e agora o MH-139 são montados nas instalações da Leonardo no nordeste da Filadélfia, com componentes adicionais de origem militar a serem integrados nas instalações da Boeing Philadelphia em Ridley Township, Pensilvânia.

William Hunt, CEO da AgustaWestland Philadelphia Corporation, disse: “Estamos felizes que os EUA e sua Força Aérea tenham escolhido a nossa equipe para entregar uma nova frota de MH-139s da Filadélfia. Os mais de US $ 125 milhões em investimento feito pela Leonardo nas instalações da Filadélfia demonstra que estamos totalmente preparados para executar o apoio deste contrato. Estamos ansiosos para trabalhar com a Boeing neste programa e empenhados em entregar o melhor produto e serviço, de acordo com as expectativas do contratante principal, os contribuintes e o Governo dos EUA. ”

U.S. Air Force Tactical Response Force (TRF)

A Força de Resposta Tática (TRF) é uma equipe especial de armas e táticas encarregada de proteger as bases de armas nucleares da United States Air Force (USAF).

As equipes TRF aumentam as forças de segurança existentes que protegem / negam o acesso a bases aéreas que operam bombardeiros nucleares e a complexos de silo de mísseis que operam ICBMs.

Os antigos helicópteros UH-1N “Huey” empregados pela U.S. Air Force Tactical Response Force (TRF).

Os times TRFs fornecem uma força de reação para os comboios que transportam munições nucleares.

Essa força regularmente realiza patrulhamento aéreo nos extensos campos de ICMB a bordo de helicópteros, e são especialistas em Close Quarters Battle (CQB) e em táticas de unidades pequenas.

Recapturar instalações e recuperar equipamentos de hostis, incluindo armas nucleares, é uma parte importante do treinamento do TRF.

Os candidatos a tornarem-se integrantes dos times TRF são treinados exaustivamente em combate CQB e táticas de pequenas unidades.

Eles participam de cursos de treinamento em todo o País com diversas instituições e forças de segurança. Os franco-atiradores da TRF participam da escola avançada de Marksmen Designated.

Exercícios regulares são realizados para testar as defesas fornecidas pelos TRF. Nesses treinamentos extremamente realistas, a Força de Resposta Tática de uma instalação, juntamente com outros elementos da USAF e agências externas, como o FBI, respondem a ameaças simuladas contra pessoal, instalações e armas estratégicas.