O HMS Ocean visto por dentro em detalhes (2010).

0
5833
A bordo, já no porto do Rio de Janeiro, embarque pela popa (rampa retrátil rol-rol), visita ao hangar principal, visita ao convoo logo acima com uso do elevador de vante, acesso ao Centro de Operações de Combate e ao Centro de Operações Anfíbias.

Em 2010, o Flagship da Royal Navy, o HMS Ocean, atual PHM Atlântico (A-140), visitou o Brasil, mais especificamente o litoral fluminense, onde participou, juntamente com os Royal Marines embarcados, de exercícios junto ao Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil.

O Jornalista Roberto Caiafa esteve a bordo na ocasião e acompanhou os exercícios.

Helicópteros da Aviação Naval e aparelhos Lynx britânicos cumpriram dezenas de missões durante operações aéreas de transporte de tropas, suprimentos e peças de artilharia/munição do navio para a cabeça de praia conquistada por fuzileiros transportados dentro de LCVPs (lanchões rápidos de desembarque) e hovercrafts.

Tropas de Forças Especiais flanquearam posições na cabeça de praia usando o Seaboat (Pacific 22 Mk2) para infiltração em território inimigo.

A bordo, já no porto do Rio de Janeiro, embarque pela popa (rampa retrátil rol-rol), visita ao hangar principal, visita ao convoo logo acima com uso do elevador de vante, acesso ao Centro de Operações de Combate e ao Centro de Operações Anfíbias.

Em 2010 o navio não era equipado ainda com o radar Artisan 3D, instalado em uma reforma realizada em 2014.

Pode-se observar pelas imagens dos mastros que ocorreu uma significativa troca de sensores entre o descomissionamento do Ocean e o surgimento do PHM Atlântico.

Os três sistemas  Phalanx CIWS  visíveis em algumas fotos foram removidos pois tiveram sua venda vedada pelo Parlamento Britânico, que determinou seu reemprego nos Classe Queen Elizabeth.

Uma interessante chance de os leitores de T&D compararem como era antes o nosso atual Nau-Capitânea da Esquadra!

« 1 de 2 »

Nosso navio, nosso mar!

Todas as imagens por Roberto Caiafa.