Novos caças e jatos de para a FAB?

0
3880

Notícias circularam nos últimos dias indicando uma movimentação para novas aquisições de aviões de combate, incluindo o Gripen NG, e novos jatos de treinamento avançado para a Força Aérea Brasileira (FAB).

Conforme a reportagem de Tecnologia & Defesa apurou, essas possibilidades estão sendo consideradas, entretanto nenhum processo de aquisição correspondente aos equipamentos mencionados está em andamento na Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC).

Sabe-se que a FAB necessitará de mais aviões de combate nos próximos anos para substituir seus F-5EM/FM e A-1A/B, mas a abertura de uma nova competição internacional neste caso é discutível por força dos acordos já firmados com a Suécia, que envolvem investimentos e estabelecem parcerias de longo prazo notadamente entre Saab e Embraer Defesa & Segurança. A Saab já admitiu que conversações a respeito de desdobramento do contrato do F-X2 ocorreram, mas nada está definido.

Com relação aos jatos de treinamento avançado, a FAB necessitará de sistemas de treinamento compatíveis com a nova geração de caças e com os mais recentes requisitos e conceitos para formação de pilotos de combate em implantação no mundo, que levam em conta aspectos de eficiência e economia. Modelos como o M-346, da italiana Leonardo-Finmeccanica, Yak-130, da russa Irkut Corporation, e L-159, da tcheca  AERO Vodochody Aerospace, figuram como possíveis candidatos, mas a implantação desse programa ainda não foi oficialmente anunciada.

Ivan Plavetz