Novo lote de ASTROS 2020

0
5283
(Imagem: Exército Brasileiro)

A Força Terrestre deu mais um passo no projeto de expansão do poder de dissuasão extrarregional.

O 6º Grupo de Mísseis e Foguetes (6º GMF) recebeu o segundo lote do Sistema Astros 2020, composto por seis Viaturas Lançadoras e três Remuniciadoras AV-LMU-MK6, da Avibras Indústria Aeroespacial S/A, empresa instalada em São José dos Campos (SP). As viaturas comporão a 2ª Bateria do 6º GMF.

Viatura Lançadora do Sistema ASTROS 2020 (Imagem Exército Brasileiro)
Viatura Lançadora do Sistema ASTROS 2020 (Imagem: Exército Brasileiro)

O chefe do Comando Logístico do Exército Brasileiro (COLOG), general-de-exército Guilherme Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, presidiu a cerimônia de entrega das viaturas.

Ele destacou que o Projeto ASTROS 2020 está inserido na Estratégia Nacional de Defesa (END) e integra o processo de transformação pelo qual passa o Exército Brasileiro. O general Theophilo lembrou que será implantado o Comando de Artilharia do Exército, em Formosa (GO), e que, nessa estrutura, haverá um Centro de Logística de Mísseis e Foguetes.

“Esse será mais um passo para a Logística Militar Brasileira chegar mais próxima de sua finalidade, que é proporcionar a cada grupo de material utilizado pelo Exército um centro capaz de cuidar da vida útil e de seus itens componentes”, considerou.

(Imagem Exército Brasileiro)
(Imagem: Exército Brasileiro)

O chefe do Comando Militar do Planalto, general-de-divisão Luiz Carlos Pereira Gomes, comentou que contar com o maior poder de fogo do Brasil é um grande orgulho.

Segundo o presidente da Avibras, João Brasil Carvalho Leite, é muito importante para a indústria de defesa nacional que o Exército Brasileiro utilize os equipamentos produzidos no Brasil, pois isso favorece a indústria de defesa na concorrência com o mercado externo.

 (Imagem Exército Brasileiro)
(Imagem: Exército Brasileiro)

Projeto Estratégico ASTROS 2020

O Comando do Exército determinou a elaboração do Projeto Estratégico ASTROS 2020 a fim de dotar a Força Terrestre de meios capazes de prestar apoio de fogo de longo alcance, com elevada precisão e letalidade.

O Projeto ASTROS 2020 contém diferentes etapas: criação e implantação de uma Unidade de Mísseis e Foguetes: de um Centro de Instrução de Artilharia de Mísseis e Foguetes; de um Centro de Logística de Mísseis e Foguetes; de uma Bateria de Busca de Alvos; de paióis de munições; de uma Base de Administração e de um Campo de Instrução em Formosa (CIF); o desenvolvimento de dois novos armamentos: o foguete guiado e o míssil tático de cruzeiro, com alcance de 300 Km; e a construção de Próprios Nacionais Residenciais (PNR) e outras instalações necessárias ao bem-estar da família militar na Guarnição de Formosa.

 

Ivan Plavetz

SEM COMENTÁRIOS