Novo centro da FAB unifica monitoramento de equipamentos à navegação

0
1400
Imagem 1 NuCGTEC
(Imagem: PAME-RJ)

Em funcionamento desde o início deste ano, o Núcleo do Centro de Gerenciamento Técnico (NuCGTEC) no Parque de Material de Eletrônica da Aeronáutica do Rio de Janeiro (PAME-RJ) executa o monitoramento contínuo de todos os equipamentos de radar, auxílios à navegação, meteorologia, telecomunicações e tecnologia da informação operacional relativas ao Espaço Aéreo Brasileiro.

A nova unidade é responsável pelas atividades relacionadas ao suprimento e à manutenção de equipamentos de controle do espaço aéreo, de detecção de defesa aérea e controle de tráfego aéreo, além de equipamentos de telecomunicações do Comando da Aeronáutica (COMAER).

De acordo com um dos responsáveis pela implantação do centro, coronel engenheiro Dalmo José Braga Paim, o NuCGTEC disponibiliza informações mais precisas e em tempo real para diversas unidades. “O núcleo poderá realizar intervenções remotas nos equipamentos e sistemas, além de fornecer indicadores para apoio ao planejamento, analisar riscos para supressão de vulnerabilidades, gerenciar as manutenções preventivas e controlar as corretivas”, explicou coronel Paim.

As instalações do NuCGTEC proporcionam a integração de equipamentos e sistemas ao Sistema de Gerenciamento Técnico do Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB). A operação ocorre em uma sala de monitoramento através de um telão composto por 21 telas de 72 polegadas cada, ou seja, com 10,50 metros de comprimento por 3,30 metros de largura. Os profissionais conseguem visualizar todos os radares e demais equipamentos que compõem a infraestrutura de controle do espaço aéreo.

Imagem 2 NuCGTEC
Estrutura busca aumentar disponibilidade da infraestrutura do Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro. (Imagem: PAME-RJ)

Além disso, possui um auditório e uma sala técnica equipada com uma infraestrutura de redes de última geração.

O coronel engenheiro Waldir Galluzzi Nunes, diretor do PAME-RJ, afirmou que como parte da consolidação do Núcleo, estão sendo implantadas ferramentas de gestão dos processos de manutenção e de logística. O objetivo é aumentar a disponibilidade dos equipamentos que compõem a infraestrutura do SISCEAB. “Estes processos só são possíveis com uma visão integrada e baseada em múltiplas visões, que o NuCGTEC está equipado para prover”, finalizou.

Ivan Plavetz