Indra fecha projetos de defesa no valor de € 200 milhões

0
2247
Imagem 1 e 2 Indra-Projetos
Sensores desenvolvidos para fragatas F110 poderão ser integradas em outras embarcações. (Imagem: Navantia)

No último mês de dezembro, a Indra, uma das maiores empresas globais de tecnologia, fechou contratos que somam aproximadamente € 200 milhões. Os acordos são para programas do Ministério da Defesa da Espanha, com respaldo do Ministério da Indústria e Turismo, visando a modernização das Forças Armadas do país.

Como parte de uma associação comercial feita com a Navantia, empresa naval espanhola, a Indra participa dos programas tecnológicos ligados ao desenvolvimento do sistema de combate das futuras fragatas F110, tendo firmado contratos no valor de € 94 milhões, com prazo para finalização do projeto até 2020.

Por outro lado, no âmbito da joint venture que formou com as companhias GDELS-SBS e SAPA, a Indra trabalhará em programas tecnológicos ligados ao desenvolvimento do futuro veículo de combate sobre rodas (VCR 8×8) cujo investimento será de € 28 milhões com prazo de execução até 2018. Além desses dois projetos há o desenvolvimento do sistema de simulação do helicóptero NH90, o qual a Indra assumiu integralmente por € 77 milhões e deve ser concluído até 2020.

Imagem 3 Indra-Projetos
O VCR 8×8 terá como base o Piranha 5 da General Dynamics. (Imagem: GDELS-SBS)

Esses três projetos diferenciam-se por seu forte conteúdo tecnológico, de pesquisa e desenvolvimento, reforçando a posição da Indra para competir em futuros processos de licitação no mercado internacional de defesa.

Fragatas F110

No programa das fragatas F110, a Indra será responsável pelo desenvolvimento dos sistemas de radar, de defesa eletrônica e de sensores infravermelhos. Esse desenvolvimento abre uma porta para contratação desses sistemas para as futuras fragatas das Forças Armadas da Espanha. Estes sensores também poderão ser comercializados para outras embarcações militares.

A Indra reforça a competitividade no mercado internacional de plataformas navais, pois já forneceu os sistemas aos principais estaleiros em todo o mundo, tais como o alemão TKMS, o italiano Fincantieri, o coreano DSME, além da própria Navantia.

VCR 8×8

A multinacional espanhola desenvolverá todos os sistemas eletrônicos (infravermelhos, visão perimetral, direção de tiro, sistema de gestão de combate, proteção eletrônica e gestão de comunicações) dos primeiros protótipos do futuro veículo blindado VCR 8×8. O Exército espanhol planeja adquirir, no mínimo, 500 veículos deste tipo a partir de 2018.

Helicóptero NH90

Imagem 4 Indra-Projetos
Está prevista a produção de 22 NH90 TTH para o exército espanhol. (Imagem: NH Industries)

A Indra será responsável pelo programa de desenvolvimento do sistema de simulação do NH90, que será instalado na base de helicópteros de Agoncillo (La Rioja) e operará integrado aos simuladores de helicópteros, também desenvolvidos pela Indra, que se encontram nas bases de Colmenar Viejo (onde estão baseados Chinook, Cougar e H135) e Almagro (helicópteros de ataque Tiger). Em seu conjunto, estes simuladores funcionam de modo completamente integrado e constituem o centro de simulação militar de helicópteros mais avançado da Europa.

Para a Indra, o desenvolvimento deste simulador representa um importante desafio tecnológico, por ser uma aeronave que agrega as últimas tecnologias e sistemas no estado da arte.

Ivan Plavetz