IDEX 2017: Atech apresenta soluções de comando e controle

0
1130
(Imagem: Divulgação)

A Atech, empresa brasileira do Grupo Embraer, participará da IDEX 2017, feira internacional da indústria de defesa que acontece de 19 a 23 de fevereiro, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes.

A empresa apresentará tecnologias de sistemas de comando e controle voltados para as áreas militar e civil, além dos sistemas de combate e simuladores, desenvolvidos para atender as necessidades das Forças Armadas Brasileiras.

Trabalhando no desenvolvimento de soluções com aplicações nas áreas de tráfego aéreo, sistemas de comando e controle, segurança cibernética, redes inteligentes (smart grid), sistemas de instrumentação e controle, logística e aplicativos para smartphones e dispositivos móveis (apps).

Sistemas de Defesa

Sistema C2 e C4I – A Atech oferece o domínio de todas as informações disponíveis sobre o ambiente monitorado, aumentando a consciência situacional e permitindo ao comando tomar as decisões mais assertivas e funcionais (planejamento, monitoramento). Tais sistemas possuem diferentes finalidades como comando, controle, comunicação, computação, inteligência, vigilância e reconhecimento. Neste segmento, vem atuando em conjunto com a Embraer e as demais empresas do grupo para oferecer soluções completas e integradas.

Sistemas Embarcados – Como parceira estratégica das Forças Armadas do Brasil, a empresa possui projetos de sistemas embarcados e executando atividades de integração, desenvolvimento de sistemas de missão e suporte logístico.

Nesse sentido, encontra-se em desenvolvimento o Sistema Tático de Missão Naval para oito helicópteros H225M adquiridos para a Marinha do Brasil dentro do Programa H-XBR; e no programa de Transferência de Tecnologia (offset) do governo brasileiro para o programa P-3AM ORION, aeronave de patrulha marítima da FAB, em que atua na modernização dos sistemas embarcados, integração de novos sistemas à plataforma aérea e capacitação de pessoal para manutenção dos sistemas das aeronaves.

Simuladores

Simuladores com sistemas integrados para cenários militares compostos por diferentes módulos: alvos aéreos, terrestres e navais, detecção de sensores, comando e controle, voo, informações de guerra eletrônica, carros de combate, artilharia antiaérea e periscópio.

O Simulador de Operações Aéreas Militares (SOpM), por exemplo, permite a geração de cenários para treinamento de Controladores de Defesa Aérea, contemplando funcionalidades como: simulação de interfaces externas, preparação, armazenamento e execução dos treinamentos, registro de dados para avaliação do aluno, execução simultânea de exercícios, entre outras.

Cybersegurança

Questões relacionadas à cibernética são um dos principais focos de atenção de governos e empresas. Para isso, desenvolveu o ATHENA, uma solução integrada de hadware e software, que opera como plataforma de segurança in-a-box.

O produto viabiliza o acesso seguro de aplicações web por meio da internet ou de qualquer outra rede considerada de risco.

 

Ivan Plavetz

SEM COMENTÁRIOS