HMS Ocean encerra sua carreira ativa na Royal Navy.

0
4569
O navio de assalto anfíbio porta-helicópteros código L12 retornou de seu deployment operacional final, um “tour” de quatro meses no Caribe e no Mediterrâneo.

 

  • HMS Ocean encerra seu último deployment/tour operacional alguns dias antes do Natal
  • Maior navio da Royal Navy na ativa deverá ser entregue em outubro de 2018 a Marinha do Brasil.
O HMS Ocean chega a Devonport (distrito de Plymouth) na noite do dia 19 de dezembro, encerrando sua última missão operacional na RN.

O maior navio de guerra ativo da Grã-Bretanha na atualidade, o HMS Ocean realizou uma festa de Natal para as famílias dos tripulantes, após antecipar a sua chegada ao porto de Devonport para o dia 19 de dezembro, evitando mal tempo próximo da costa.

O navio de assalto anfíbio porta-helicópteros código L12  retornou de seu deployment operacional final, um “tour” de quatro meses no Caribe e no Mediterrâneo.

Essa chegada inesperada a base naval acabou por não permitir a realização da tradicional cerimônia de saudação dos familiares e amigos com banners, bandeiras e similares.

Assim, com muitas famílias já na área de Plymouth para a ocasião natalina, o navio criou rapidamente uma área de festividades a bordo e organizou um Family Day com a presença de Papai Noel, que deu presentes a crianças de membros da tripulação.

O navio, que será desincorporado do serviço ativo da Royal Navy em 2018 (foi vendido ao Brasil), deixou Plymouth no final de agosto para servir como Flagship do Grupo Permanente Marítimo 2 da OTAN no Mediterrâneo.

A Ala Aérea Embarcada do HMS Ocean durante a realização de Exercícios Militares Conjuntos com forças militares nacionais da Grécia (acima e abaixo).

O navio foi desviado de seus deveres da OTAN no início de setembro para fornecer ajuda humanitária nos territórios ultramarinos britânicos atingidos pelo furacão Irma, antes de retornar ao seu papel como Flagship da OTAN no Mediterrâneo e participar de exercícios multinacionais na Grécia, Israel, etc.

A bordo, durante o deployment, estavam os Royal Marines do Commando 40, com base em Taunton, helicópteros dos esquadrões aéreos navais 820, 845 e 847, com sede em Culdrose e Yeovilton, e helicópteros Chinook da Royal Air Force (RAF).

Helicóptero Lynx Wildcat do 847 Naval Air Squadron (847 NAS), Royal Navy.
Helicóptero Merlin do 845 Naval Air Squadron (845 NAS) em data festiva, com guarda de honra e estandarte da unidade.
Helicópteros Merlin do 820 Naval Air Squadron (820 NAS) no HMS Ocean.