Grupo FOX completa um ano preparando a chegada do F-39 Gripen.

0
6467
 “Grupo Fox” é uma equipe de seis caçadores da Força Aérea Brasileira dedicados à gerência operacional do projeto F-39 Gripen E/F. 

O Grupo Fox foi criado em 2017 para planejar e efetuar o recebimento/entrada em serviço da nova aeronave de combate F-39 (designação oficial do Saab Gripen E/F) prevista para começar suas entregas no 2º semestre de 2019 (na Suécia).

Esse trabalho vai muito além de fazer os aviões funcionarem e depois colocá-los no ar. Trata-se de compreender na plenitude um avião com capacidade multi-missão em defesa aérea, ataque e reconhecimento.

O F-39 chegará ao Brasil com a FAB dispondo de um núcleo de pilotos capacitados a extrair o máximo do avião no combate BVR (além do alcance visual), em missões de ataque a alvos na superfície com armamento inteligente (bombas guiadas, mísseis anti-radiação, anti-navio e anti-carro) e no emprego do sofisticado radar AESA, sistemas defensivos/ofensivos de guerra eletrônica e o avançado datalink de comunicações.

É o que se chama, na literatura da caça, de pilotos “snipers” ou de elite.

O grupo atua desde janeiro de 2017 no Comando de Preparo (Comprep), em Brasília (DF), na coordenação de implantação do avião, um sofisticado sistema de armas com alto nível de complexidade e grande conteúdo tecnológico agregado.

Em termos de novos conhecimentos e idéias doutrinárias, as atribuições desse grupo de pilotos é algo de grande responsabilidade e exige alto preparo profissional.

Tanto isso é verdade que pela primeira vez, uma comitiva brasileira participou do Gripen Users Group, uma conferência de usuários do caça Gripen.

O evento aconteceu no final de 2017, em Praga, na República Checa, e contou com a presença de representantes da Suécia, Hungria, Tailândia, África do Sul, República Checa e Brasil (representado por quatro militares da Força Aérea Brasileira).

Em maio de 2018, o Brasil será o anfitrião pela 1ª vez, e o Grupo FOX terá um papel importantíssimo durante esse encontro. De periodicidade semestral, o evento é composto por um grupo de Aquisição e Desenvolvimento e dois subgrupos – Operacional e Logístico.

Em Praga, durante a última reunião, a empresa Saab, fabricante do caça, apresentou diversos seminários, elencou as ações desenvolvidas em resposta às solicitações dos operadores, e detalhou o atual estágio do pacote de desenvolvimento denominado MS-20 da aeronave Gripen C/D, além dos aspectos relativos à segurança de voo e um briefing sobre o desenvolvimento da versão adquirida pelo Brasil.