Fuzis húngaros no Rio de Janeiro

0
3562
húngaros_1
Este exemplar do AMD-65A recentemente apreendido por integrantes do GETEM (Grupo Especial Tático em Motopatrulhamento), do Batalhão de Polícia de Choque, chamou a atenção pelo colorido envelopamento feito na arma. A inclinação para trás da empunhadura vertical de apoio tem a finalidade de não interferir com o processo de troca de carregadores. (Imagem: Divulgação PMERJ)

Cada vez mais, as autoridades policiais do Rio de Janeiro vêm apreendendo fuzis usados por criminosos, com destaque para ações desencadeadas pelo Comando de Operações Especiais (COE) da PMERJ através de suas unidades subordinadas que atuam em terra, ou seja, o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) e Batalhão de Ações com Cães (BAC). Tradicionalmente, fuzis da família AK/AKM/AKS, de origem russa e de outros fabricantes, são achados com bastante frequência, mas o húngaro AMD-65 é relativamente novo nas apreensões.

húngaros_2
Num lote de armas achado num contêiner procedente de Miami e apreendido no Porto de Santos estavam vários fuzis AMD-65A. Observar que as empunhaduras de material sintético estavam fora das armas, uma forma de compactar a carga na tentativa de melhor escondê-la. (Imagem: Robert Draiks)

Igualmente no calibre 7,62x39mm, é visualmente identificado pela empunhadura vertical de apoio inclinada para trás (a mesma da de tiro, montada invertida), tubo do cilindro de gases à mostra, guarda-mão metálico com aberturas longitudinais, coronha tubular rebatível e quebra-chamas de desenho próprio, entre outros detalhes.

húngaros_4
Este fuzil húngaro apreendido juntamente de pistolas e drogas por integrantes do BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais), está na configuração normal de fábrica. Pode ser o observado que seu estado de conservação, ao contrário de muitos outros AKs usados por criminosos, parece ser muito bom. (Imagem: Divulgação PMERJ)

Uma das primeiras aparições o fuzil húngaro aqui no Brasil foi o resultado de uma apreensão ocorrida no segundo semestre de 2013 , quando, num contêiner oriundo de Miami e que chegou ao Porto de Santos, foi descoberto um lote de fuzis tipo AR-15 e AK, entes estes, vários AMD-65A. Munição para todo esse armamento também foi encontrada na carga.

Ronaldo Olive