Fragata Liberal assume posto de capitânia da FTM-UNIFIL

0
1394
(Imagem: Marinha do Brasil)

Dando continuidade à liderança brasileira na Força-Tarefa Marítima (FTM) da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (United Nations Interim Force in Lebanon – UNIFIL), a fragata Liberal tornou-se o novo capitânia da FTM, em substituição à fragata Independência, que concluiu um período de seis meses na missão.

A Liberal, que retorna pela terceira vez às águas libanesas, permanecerá integrada à FTM até março de 2017 sob o comando do capitão-de-fragata Ricardo Silveira Mello.

A cerimônia de transferência ou handover, como é conhecida internacionalmente, ocorreu a bordo da Independência, no porto de Beirute, Líbano, e foi presidida pela primeira vez pelo deputy force commander da UNIFIL, general-de-brigada Sandeep Bajaj, do Exército da Índia, representando o chefe da missão e force commander, general-de-divisão Michael Beary, do Exército da Irlanda.

Handover do navio capitânia da FTM-UNIFIL (Imagem: Marinha do Brasil)
Handover do navio capitânia da FTM-UNIFIL (Imagem: Marinha do Brasil)

Na ocasião, o embaixador Jorge Kadri foi condecorado com a Ordem do Mérito da Defesa, no grau de Grande-Oficial, sendo a imposição da comenda efetuada pelo vice-almirante Leandro. Ao se dirigir às tripulações dos navios, o embaixador destacou que o protagonismo exercido pela Marinha do Brasil, à frente da FTM por mais da metade dos seus dez anos de existência, reafirma o compromisso do País com a paz mundial e com a estabilidade na região, contribuindo, ainda, para reforçar os profundos e históricos laços de amizade com o Líbano.

A FTM é o primeiro e único componente naval a integrar uma missão de manutenção da paz das Nações Unidas. Atualmente é composta por sete navios de seis diferentes países e tem por tarefas impedir a entrada no território do Líbano, por via marítima, de armamento não autorizado e apoiar o adestramento da Marinha daquele país. O atual comandante, contra-almirante Claudio Henrique Mello de Almeida, é o sexto oficial da Marinha do Brasil a exercer o cargo, de forma consecutiva, enquanto a Liberal é o décimo capitânia brasileiro da Força.

Ivan Plavetz