Forças Armadas chilenas mobilizadas para enfrentar inundações

0
1894

16951535466_17db38d1f8_o

De Viña del Mar – As cidades de Copiapó, Diego de Almagro, Tierra Amarilla, Alto del Carmen e Taltal, localidades que mantêm o “Estado de Exceção Constitucional de Catástrofe e Alerta Sanitária”, continuam recebendo o apoio das Forças Armadas, Carabineros e Polícia de Investigações, instituições que estão sendo coordenadas em relação a sua capacidade de força humana como material pelo Estado Maior Conjunto, através do Centro de Operações de Defesa.

Atualmente, as instituições mencionadas estão presentes na zona com um total de 7.732 efetivos, operando em atividades de apoio humanitário e sanitário, transporte de carga e maquinária, evacuações aeromédicas, segurança e etc.

Depois de participar no Conselho Operacional de Emergência no Palácio Presidencial de La Moneda, em Santiago, ao lado de outros ministros de Estado e autoridades vinculadas à emergência que afeta o norte do país, o ministro da Defesa, Jorge Burgos, foi até a região norte do país junto com os comandantes das Forças Armadas para verificar os trabalhos de apoio à população afetada pelas inundações.

O ministro explicou que esteve nas unidades onde estão operando as Forças Armadas. A Força Aérea é a responsável pelo sistema de voos. Em Chañaral está a Marinha, com três navios, e no centro da operação de Defesa, na cidade de Copiapó.

16988087891_ca5262a85e_o

Entre as unidades e meios mobilizados, se encontram:

Exército:

– Coluna motorizada da 3ª Brigada Acorazada “La Concepción”, com 100 militares em Taltal;

– Um comboio de Infantaria do Regimiento Reforzado N° 1 “Calama” de Calama com ajuda humanitária e um contingente de 90 homens;

– Duas colunas motorizadas também da 3ª Brigada Acorazada “La Concepción” com 45 integrantes;

– Um posto de atenção médica especializada;

– Um módulo de bem-estar em apoio à comunidade;

– Dois pelotões de Forças Especiais da Brigada de Operaciones Especiales (BOE), em operações de ajuda humanitária;

– Um pelotão de resgate com uma Patrulla de Montaña e uma Patrulla Anfibia;

– Uma seção de comandos e uma de paraquedistas da BOE;

– Um comboio de Infantaria Mecanizada do Regimiento de Infantería N°1 “Buin” em tarefas de segurança;

– Dois comboios de Infantaria Mecanizada da 3ª Brigada Acorazada “La Concepción” com uma força de 192 homens em tarefas de ajuda humanitária;

– Um pelotão com 44 homens, uma ponte mecânica e um bulldozer;

– Um comboio motorizado dos Regimientos de Artillería Nº 1 “Tacna” e Logístico Nº 1 “Bellavista” trasladando-se entre Coquimbo e Copiapó com duas cozinhas de campanha com capacidade para 500 rações, dois caminhões cisterna de 10.000 litros cada um, um caminhão frigorífico de 30 m3 e duas ambulâncias;

– Um comboio motorizado do Regimiento Reforzado Nº 3 “Yungay” com duas passarelas San Bernardo e um caminhão Tolva;

– Uma unidade do Regimiento de Infantería Nº21 “Coquimbo” em tarefas de operações de ajuda humanitária;

– Um PAME que se traslada desde Antofogasta a Tierra Amarilla e;

– Uma unidade móvel de cartografia militar em Copiapó

Marinha:

– Duas companhias de Infantaria da Marinha do DIM Nº 2 Miller;

– Infantes da Marinha que efetuam evacuação de civis da região da mina San Gabriel;

– Uma dotação da LM-31 “Chipana” em tarefas de limpeza de ruas, recuperação do píer fiscal e gerador de emergências do hospital “21 de Mayo” de Taltal;

– Patrulheira LSG -1614 “Antofagasta” e LPC-1816 “Salinas” realizam trabalhos de evacuação de “Botija”, “El Cobre” e “Blanco Encalada”;

– LSDH-91 “Sargento Aldea” e LST-95 “Chacabuco” em Chañaral para descarga de ajuda de diversos tipos;

– Cinquenta infantes da Marinha embarcados no LSDH-91 “Sargento Aldea”, com maquinária pesada para remoção de escombros e lama;

– Tarefas de custódia de albergues e reconhecimento da estrada a “El Salado”, com 252 infantes em Chañaral e 41 em Taltal;

– Uma dotação do LST-92 “Rancagua” em inspeção e manutenção de gerador de empresa portuária e reparação provisória de encanamento de água potável do Hospital Chañara e;

– Patrulheiro LSG-1614 “Antofogasta” realizou a entrega de víveres em Caleta Colorado para a população local e a evacuação de 8 pessoas

Força Aérea:

– Voos de reconhecimento;

– Traslado de pessoal médico do Ministério da Saúde;

– Traslado de 48.290 Kg de carga para ajuda humanitária;

– Traslado de efetivos de Carabineros e equipamento militar e;

– Evacuações aeromédicas

16766056187_cdde36480e_o

Os Carabineros e PDI, também continuam em seus trabalhos de apoio com pessoal de infantaria motorizada e helicópteros institucionais.

Naquilo que se refere ao material aéreo, a Força Aérea tem empregado praticamente todo seu Grupo Nª10 com Boeing 767 e 737, C-130Hs, KC-135E, DHC-6 Twin Otter, além de helicópteros 412 e 206. A Marinha do Chile está com um P-3ACh, um Cessna O-2ª, além de helicópteros Bell 206 e UH-57, MBB BO-105 e Airbus Helicopters Dauphin. Com relação ao Exército, estão sendo empregados helicópteros Airbus Helicopters AS532 Cougar, AS355 Ecureuil 2, além de aviões Airbus Military CN-235. Os Carabineros operam na zona com helicópteros MBB BO-105, Agusta AW-109 Power e um EC-135, além do Cessna Citation II. A Polícia de Investigações mobilizou apenas um de seus AS-350 Ecureuil para a cidade de Copiapó.

 

Cristián Marambio