Força-Tarefa Marítima da UNIFIL tem novo comandante brasileiro

0
1085
Imagem 1 FTM-UNIFIL-NovoCom
(Imagem: Marinha do Brasil)

Dando continuidade à liderança brasileira na Força-Tarefa Marítima (FTM) da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (United Nations Interim Force in Lebanon – UNIFIL), assumiu o comando, em 26 de fevereiro, o contra-almirante Claudio Henrique Mello de Almeida, substituindo o contra-almirante Flávio Macedo Brasil, que esteve por um ano à frente da FTM.

A cerimônia de transmissão do cargo ocorreu a bordo do capitânia, a corveta Barroso, atracada no porto de Beirute, no Líbano, e foi presidida pelo Force Commander da UNIFIL, general-de-divisão Luciano Portolano, do Exército da Itália, contando com as presenças do embaixador do Brasil no Líbano, Jorge Kadri, do comandante de Operações Navais, almirante–de-esquadra Sergio Roberto Fernandes dos Santos e do comandante da Marinha do Líbano, contra-almirante Majed Alwan, além de outras autoridades locais e representantes dos países componentes da Missão.

Imagem 3 FTM-UNIFIL-NovoCom
A transmissão do cargo ocorreu a bordo da corveta Barroso. (Imagem: Marinha do Brasil)

A UNIFIL, criada em 1978, é a única Missão de Paz da ONU que conta com um componente naval, a FTM, estabelecida a partir de 2006, com as tarefas de impedir a entrada no território do Líbano, por via marítima, de armamento não autorizado e apoiar o adestramento da Marinha daquele país.

O Brasil assumiu o comando da Força-Tarefa em fevereiro de 2011 e, a partir de novembro daquele mesmo ano, passou a enviar regularmente navios para atuarem como seu capitânia. Assim, a cerimônia realizada na Barroso marcou também os cinco anos de protagonismo ininterrupto da Marinha do Brasil à frente do braço marítimo da UNIFIL. Além do capitânia brasileiro, a FTM conta com um Estado-Maior multinacional e mais seis navios, de cinco países: Alemanha, Bangladesh, Grécia, Indonésia e Turquia.

Ivan Plavetz