Finmeccanica e Saab darão suporte suíte do Gripen

0
1940
Imagem 2 SAAB-Finmeccanica-EWSupport
Radar AESA Raven ES-05 (Imagem: Finmeccanica)

O grupo italiano Finmeccanica e a SAAB assinaram memorando de entendimento (MoU) para juntas prover suporte correspondente a sistemas de guerra eletrônica (EW), sendo que inicialmente esse serviço ficará concentrado nos aviões de combate Gripen atualmente em operação no mundo.

Baseado no modelo do programa EWOS (EW Operational Support) da Finmeccanica, as duas companhias oferecerão suporte aos usuários de Gripen tanto com relação ao emprego dos sistemas EW como na exploração comercial dos mesmos, muitos dos quais são produzidos pela Finmeccanica.

Imagem 3 SAAB-Finmeccanica-EWSupport
IRST Skyward-G (Imagem: Finmeccanica)

Mark Hewer, vice-presidente do EWOS da Divisão de Sistemas Embarcados e Espaciais da Finmeccanica, disse que o programa tem capacidade para dar suporte para equipamentos de guerra eletrônica produzidos ou não pela companhia. Hewer salientou que, inicialmente, a cooperação com a SAAB terá como foco o Gripen.

As duas empresas estão em negociações com um cliente de lançamento do serviço. O MoU terá inicialmente como alvo o Oriente Médio e a América do Sul, informou a executivo. Vale lembrar que Brasil e Suécia encomendaram aviões de combate Gripen NG.

Todos os Gripen NG encomendados serão equipados com o radar AESA (varredura eletrônica por matriz ativa) Raven ES-05, com sensor passivo infravermelho de busca e engajamento de alvos (IRST) Skyward-G e sistemas de IFF (identificação amigo ou inimigo), todos da Finmeccanica. Adicionalmente, a SAAB está ofertando  como sistema opcional do Gripen o BriteCloud, o qual consiste em um dispensador de dispositivos ativos para “enganar” mísseis orientados por radar.

Imagem 4 SAAB-Finmeccanica-EWSupport
Sistema BriteCloud (Imagem: Finmeccanica)

De acordo com Hewer, o BriteCloud esta sendo oferecido como uma solução de proteção a parte. Mediante o sucesso internacional do Gripen, as duas companhias estão observando real interesse no sistema e discussões com potenciais clientes estão em desenvolvimento, revelou Hewer.

Ivan Plavetz
Fonte: Flight Global