FAB recebe frota completa de aeronaves de patrulha

0
1511
A chegada dos P-3A representa um significativo salto na capacidade de vigilância marítima aérea da FAB. (Imagem: Agência Força Aérea)
A chegada dos P-3A representa um significativo salto na capacidade de vigilância marítima aérea da FAB. (Imagem: Agência Força Aérea)
A chegada dos P-3A representa um significativo salto na capacidade de vigilância marítima aérea da FAB. (Imagem: Agência Força Aérea)

Foi realizada na Base Aérea de Salvador (BASV) na última quarta-feira (19) uma formatura militar de entrega da frota completa de aeronaves P-3AM Orion para o 1º/7º GAv, Esquadrão Orungan. A cerimônia marca o fim do ciclo de recebimento dos novos aviões de patrulhamento para a FAB. O evento foi presidido pelo comandante da Aeronáutica tenente brigadeiro do ar Juniti Saito e contou com a presença de autoridades civis e militares, além de representantes da Airbus Defence & Space e da ATECH, empresas responsáveis pela modernização da frota. Em julho deste ano foi entregue a última aeronave, o FAB 7206, completando nove exemplares.

O processo de reaparelhamento foi iniciado em março de 2000. Adquiridas dos estoques da Marinha dos Estados Unidos, as aeronaves passaram por um processo de modernização na fábrica da Airbus, em Sevilha, Espanha. Os sistemas foram atualizados e receberam a integração de um sistema tático de missão, operado com uma tripulação de até 12 militares.

Formatura correspondente à finalização da entrega dos P-3AM para a FAB. (Imagem: Agência Força Aérea)
Formatura correspondente à finalização da entrega dos P-3AM para a FAB. (Imagem: Agência Força Aérea)

Sediados na BASV, os P-3AM do Orungan já participaram de missões de busca e salvamento, reconhecimento eletrônico, patrulha marítima, em especial nas áreas de plataformas de petróleo, e de antissubimarinos, destacando-se as participações na Operação Joint Warrior, no Reino Unido em 2013, e na Operação Fraterno, na Argentina em 2014. A partir de 2011, o 1º/7º GAv também formou novos tripulantes oriundos de várias unidades da FAB.

Pontuando o sucesso alcançado pela unidade aérea em missões ao longo do território brasileiro, em suas águas jurisdicionais ou no exterior, o brigadeiro do ar Carlos José Rodrigues de Alencastro, comandante da Segunda Força Aérea (II FAE), afirmou que o P-3AM é uma das melhores aeronaves de patrulha marítima do mundo. “Seus tripulantes encabeçam a fila de militares de alto valor, que se orgulham da máquina que voam. Eles sabem da imensa responsabilidade da missão de ser o guardião do pré-sal e que agora passam a vislumbrar novas capacidades e recursos”, finalizou.

Ivan Plavetz

Fonte: BASV via Agência Força Aérea