F-X2: Atividades de certificação

0
1710
Imagem 1 F-X2-IFI-FLYGI-IP
(Imagem: SAAB)

O Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI) e o Swedish Military Aviation Safety Inspectorate (FLYGI), formalizaram reconhecimento mútuo de atividades relacionadas à certificação, a fim de garantir a aeronavegabilidade dos aviões de combate Gripen E/F (E-um assento e F-dois assentos) que serão fabricados para a Força Aérea Brasileira (FAB) no âmbito do projeto F-X2. A formalização ocorreu por intermédio da assinatura de um Implementation Procedure (IP), ato precedido de uma visita às instalações do FLYGI e da SAAB, indústria responsável pelo projeto.

O documento que começou a ser escrito em Julho de 2014 e envolveu dezenas de trocas de mensagens entre as partes, bem como duas reuniões internacionais, sendo uma no Brasil e outra na Suécia, foi assinado no último dia 09 pelo coronel Anders Janson, diretor do FLYGI e o coronel Marcelo Franchitto, diretor do IFI.

Imagem 2 F-X2-IFI-FLYGI-IP
Coronéis Anders Janson e Marcelo Franchitto durante assinatura do IP. (Imagem: IFI/DCTA)

Destaca-se a pró-atividade das equipes do Brasil e Suécia, as quais se empenharam para tornar possível a assinatura desse importante protocolo de certificação entre os dois países. “Haverá muito trabalho relativo à certificação pela frente, para o qual a pró-atividade demonstrada será essencial”, afirmou o diretor do IFI.

Esse reconhecimento mútuo tem por objetivo tornar mais eficiente o emprego da mão de obra especializada das duas organizações, bem como reduzir os gastos governamentais ao evitar a duplicidade de atividades relacionadas à certificação das aeronaves Gripen E/F. Ele também pode servir de base para a realização de atividades conjuntas de certificação em quaisquer outros projetos aeronáuticos que envolvam ambos os países.

Ivan Plavetz