Exército mantém Força-Tarefa Conjunta Capixaba

0
786

Durante as ações da Operação Capixaba, o Exército Brasileiro, por intermédio de suas organizações militares, continua sua atuação na garantia da lei e da ordem no estado do Espírito Santo.

Dentre as atividades desenvolvidas, as tropas da Força-Tarefa Conjunta Capixaba ocuparam os terminais das cidades de Vitória, Vila Velha, Cariacica e Serra, onde também realizaram patrulhamento ostensivo e controle de vias de acesso.

Nesse mesmo dia, o comandante da Força-Tarefa, general-de-brigada Adilson Carlos Katibe, respondeu a perguntas de jornalistas sobre detalhes da Operação, em uma coletiva de imprensa, da qual também participaram o capitão-de-mar-e-guerra Alexandre Henrique Batista Barbosa, oficial de ligação da Marinha do Brasil; o tenente-coronel Jorgeli Almagro Caralo, oficial de ligação da Força Aérea Brasileira; e o tenente-coronel Alexandre de Oliveira Costa, comandante do 38º Batalhão de Infantaria (38º BI).

(Imagem: Exército Brasileiro – 38ºBI )

A Força-Tarefa passou a realizar o patrulhamento ostensivo e o controle de vias de acesso em terminais e nas garagens dos ônibus nessas mesmas cidades. Nesse mesmo dia, chegaram ao Espírito Santo as Viaturas Blindadas de Transporte de Pessoal – Média de Rodas (VBTP-MR) Guarani, que, no final da tarde, começaram a ser empregadas na operação.

No dia 11, a Força-Tarefa prosseguiu no patrulhamento ostensivo, tanto nas cidades em que já vinha atuando, como em outras duas: Guarapari e Cachoeiro de Itapemirim.

Escolas, empresas, comércio e órgãos de justiça voltaram a funcionar, e a população começou a sair de casa, retomando sua rotina.

(Imagem: Exército Brasileiro – 38ºBI )

Esse dia também foi marcado pela chegada do comboio de viaturas da 4ª Brigada de Infantaria Leve.

 

Ivan Plavetz