Estado-Maior do Exército tem novo chefe

0
1916
Foto 2 Exército-EME.
Comandante do Exército, general Villas Bôas (esquerda), presidiu a transmissão de cargo do EME entre os generais Adhemar da Costa (direita) e Sérgio Etchegoyen (no centro). (Imagem: Ministério da Defesa)

O general-de-exército Sérgio Westphalen Etchegoyen é o novo chefe do Estado-Maior do Exército (EME). O oficial assumiu o cargo durante solenidade ocorrida no Quartel General da Força Terrestre em Brasília (DF). Ele substitui o general-de-exército Adhemar da Costa Machado Filho, que passou para a reserva.

O general Adhemar se despediu das Forças Armadas após 45 anos de serviço e afirmou que “graças ao Exército, aprendi a amar o Brasil”. Também agradeceu ao “convívio fraterno” com os companheiros de farda, além de confidenciar que seu pai, ex-integrante da Força Expedicionária Brasileira (FEB), foi sua maior inspiração de vida.

O comandante da Força, general-de-exército Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, lembrou-se do prestígio que o ex-chefe do EME construiu junto aos colegas. “Você vai fazer muita falta”, disse. Villas Bôas leu referência elogiosa deixada pelo ex-comandante da Força, general-de-exército Enzo Martins Peri, na qual citava a participação do militar no desenvolvimento dos principais projetos estratégicos da instituição.

O general Etchegoyen é natural de Cruz Alta (RS) e tem 63 anos. Ingressou no Exército em março de 1971, na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), e foi declarado aspirante-a-oficial da arma de Cavalaria em dezembro de 1974.

O novo chefe do EME foi comandante da Escola de Aperfeiçoamento de Sargentos das Armas, de 1993 a 1995; oficial do Estado-Maior da Missão de Verificação das Nações Unidas em El Salvador, entre 1991 e 1992; chefe da Comissão do Exército Brasileiro em Washington (EUA), de 2001 a 2003; e assessor especial do ministro da Defesa e chefe do Núcleo de Implantação da Estratégia Nacional de Defesa de 2009 a 2011, entre outras funções. Desde dezembro de 2012 ocupava o cargo de chefe do Departamento-Geral do Pessoal do Exército, localizado em Brasília (DF).

À frente do EME, o general Etchegoyen terá como missão estudar, planejar, orientar, coordenar e controlar, no nível de direção geral, as atividades da Força Terrestre em conformidade com as decisões e diretrizes do comandante do Exército. O órgão que assume é responsável pela elaboração da política militar terrestre, pelo planejamento estratégico e pela orientação do preparo e do emprego da Força.

Estiveram presentes na cerimônia o chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, general-de-exército José Carlos De Nardi; o comandante da Marinha, almirante-de-esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira; e a secretária-geral do Ministério da Defesa, Eva Chiavon.

Ivan Plavetz