Entregas de Super Puma para Bolívia quase finalizadas

0
2104
(Imagem: Agência de Informações da Bolívia)

A Força Aérea da Bolívia recebeu mais dois helicópteros AS 332C1 Super Puma da Airbus Helicopters após chegarem no Aeroporto Internacional de Viru Viru no último dia 11 de julho.

Esses helicópteros, parte de um lote de seis unidades encomendado em dezembro de 2013, foram remontados pelo pessoal do Serviço Aéreo de Manutenção Nº 3 da 3ª Brigada da Força Aérea da Bolívia em conjunto com a Força-Tarefa Diabos Vermelhos (FTDR conforme sigla em espanhol) unidade para onde as aeronaves são destinadas.

A remontagem dos Super Pumas é realizada durante 10 a 15 dias, período que inclui testes e calibragem. Para a tarefa, pessoal técnico e de voo foram treinados na França e Espanha. O programa de aquisição e recepção dos Super Puma é conhecido na Bolívia como “Jatun Puma” (Grande Puma no idioma nativo local Quechua).

De acordo com as autoridades da Bolívia, os Super Pumas darão suporte às campanhas de erradicação da folha de coca cumprindo transporte de tropas e tarefas utilitárias, bem como missões táticas tais como operações noturnas de apoio às forças antinarcóticos.

Segundo o Comando Estratégico Operacional, comando militar conjunto encarregado das operações de erradicação nas regiões de Chapare, Yungas e Apolo, no ano passado foram conduzidas mais de 8.700 missões, sendo 236 envolvendo meios aéreos (56 dessas missões foram consideradas de alto risco).

Bolívia recebeu cinco dos seis AS 332C1 e Super Pumas encomendados em 2013 (Imagem: Ministério da Defesa da Bolívia)

Paralelamente, a Força Especial Contra-Narcóticos da Bolívia (FELCN) conduziu 11.500 missões em várias partes da Bolívia logrando a destruição de 5.023 campos de processamento de cocaína e interdição de 34 aeronaves irregulares com apoio da Força Aérea da Bolívia.

Ivan Plavetz
Fonte:  Jane’s Defence Weekly