Entrega de condecoração marca Dia da Força Aérea

0
1252

O presidente da República Michel Temer presidiu a cerimônia militar alusiva ao Dia da Força Aérea Brasileira (FAB) e do Aviador. O evento foi realizado na última sexta-feira (21) na Base Aérea de Brasília (BABR). No total, 180 personalidades foram homenageadas com a entrega da Ordem do Mérito Aeronáutico (OMA), a maior condecoração da FAB.

A Ordem do Mérito Aeronáutico é concedida pela FAB a personalidades civis e militares, brasileiras ou estrangeiras, por terem se destacado no exercício da sua profissão ou em reconhecimento aos serviços prestados para o País. O coronel Marco Aurélio de Souza foi um dos militares da FAB agraciados com a honraria. “É um sentimento de orgulho. Eu acho que receber essa homenagem é o reconhecimento de 33 anos de trabalho dedicados à FAB. Quando eu era cadete, participei da entrega da OMA como integrante da tropa, mas nunca imaginei que um dia seria eu recebendo essa homenagem”, revelou o militar.

Todos os anos os cadetes da Academia da Força Aérea (AFA), localizada na cidade de Pirassununga (SP), participam da entrega da OMA em Brasília. A unidade militar é responsável pela formação de oficiais-aviadores, intendentes e infantes. Ao som do Hino dos Aviadores, entoado pela Banda de Música da BABR, os jovens militares desfilaram em continência ao presidente Michel Temer.

O Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, também recebeu a condecoração. “Eu me sinto muito honrado e agradecido por ser condecorado pela Força Aérea. Eu tenho muita estima e apreço pelas Forças Armadas. Eu estive em algumas organizações da FAB verificando junto com o tenente-brigadeiro Rossato todo o belíssimo trabalho realizado em defesa do nosso território. Junto com a Força Aérea nós queremos ampliar o trabalho de proteção das nossas fronteiras”, disse o ministro.

(Imagem: Agência Força Aérea)
(Imagem: Agência Força Aérea)

Em seu discurso, Michel Temer destacou a importância da FAB para o Brasil. “Ao longo de décadas, a Força Aérea foi responsável por grandes conquistas. Temos aviação militar moderna. Temos indústria aeronáutica de projeção internacional. Temos uma das mais reputadas escolas de tecnologia aeronáutica do mundo, o ITA. Temos sistema de controle aéreo moderno. Temos um Correio Aéreo Nacional consolidado, que integra nosso território e o conecta ao mundo. Nada disso seria possível sem nossa Força Aérea”.

Passado e Presente

Vinte e três de outubro, Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira, foi a data em que Alberto Santos Dumont realizou o primeiro voo com um aparelho mais pesado do que o ar, o 14 Bis. O feito ocorreu em 1906 no Campo de Bagatelle, em Paris. Santos Dumont percorreu 60 metros em sete segundos, voando a dois metros do solo com o 14 Bis perante a Comissão Oficial do Aeroclube da França (instituição de reconhecimento internacional autorizada a homologar descoberta aeronáutica marcante) e mais de mil espectadores.

Em homenagem ao Pai da Aviação, foi realizada – durante a solenidade em Brasília – uma encenação em que o personagem Santos Dumont (interpretado pelo coronel da reserva, Francisco Garonce) foi apresentado para a atual Força Aérea Brasileira. No teatro, ele recebeu uma honraria em agradecimento pela invenção que mudou a história do mundo e permitiu o nascimento da aviação.

O capitão-aviador Ramon Fórneas, um dos pilotos brasileiros enviados para a Suécia para realizar treinamento no avião de combate Gripen, participou da encenação que uniu o passado e o presente. “Hoje, temos vários motivos para comemorar. Não só os aviadores, mas todos aqueles que fazem parte da FAB e contribuem para esse trabalho”, destacou.

Representação do encontro do passado pioneiro com a futuro da FAB (Imagem Agência Força Aérea)
Representação do encontro do passado pioneiro com o futuro da FAB (Imagem: Agência Força Aérea)

Momentos antes da cerimônia em celebração ao Dia da Força Aérea e do Aviador, o brigadeiro Rossato recebeu a tradicional saudação da Marinha e do Exército em homenagem pela data. Na mensagem destinada a Força Aérea Brasileira, lida pelo comandante da Marinha, almirante-de-esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira, foram destacadas as principais atividades da FAB. “Ao celebramos esse dia, experimentamos os sentimentos de orgulho, respeito e admiração pelos irmãos de armas que, inspirados pelos perseverantes e visionários precursores da aviação, se dedicam a manutenção da soberania do espaço aéreo brasileiro e ao desenvolvimento e integração nacional’.

Além das autoridades militares da Marinha e do Exército, estiveram presentes membros do Ministério da Defesa e Adidos Militares de Forças Armadas estrangeiras. “Ao recebemos os cumprimentos pelas comemorações alusivas ao Dia da Força Aérea Brasileira e do Aviador, gostaria de externar, em nome de todo nosso efetivo, o apreço e carinho dispensados ao Comando da Aeronáutica”, enfatizou.

 

Ivan Plavetz